Home Empresas Nippon Steel mantém plano de concluir compra da U.S. Steel até final do ano

Nippon Steel mantém plano de concluir compra da U.S. Steel até final do ano

A aquisição deve elevar a capacidade global de aço bruto da Nippon Steel para 86 milhões de toneladas por ano

por Reuters
0 comentário

A maior siderúrgica do Japão, Nippon Steel, mantém plano de concluir até o final do ano acordo para comprar a U.S. Steel, anunciou a companhia nesta quinta-feira, apesar da resistência à transação por parte do governo norte-americano.

Em dezembro, a Nippon Steel ofereceu quase 15 bilhões de dólares pela U.S. Steel, atraindo a oposição tanto do presidente norte-americano, Joe Biden, quanto de Donald Trump, seu provável adversário na eleição de 5 de novembro, bem como do sindicato de metalúrgicos United Steelworkers (USW).

“Os produtos da U.S. Steel permanecerão sendo feitos nos Estados Unidos e a empresa continuará fornecendo produtos siderúrgicos sofisticados para a indústria norte-americana”, disse a Nippon Steel, que esperava anteriormente concluir a transação no final de setembro. A Comissão Europeia já aprovou o negócio.

A aquisição deve elevar a capacidade global de aço bruto da Nippon Steel para 86 milhões de toneladas por ano, perto da meta de 100 milhões, e aumentar o lucro para 1 trilhão de ienes após março de 2025, de 935 bilhões no ano passado.

Para obter apoio do USW, a Nippon Steel se comprometeu a transferir sua sede nos EUA para Pittsburgh, onde a U.S. Steel está sediada, oferecendo compromissos específicos de garantia de emprego e investimentos adicionais se o acordo for concretizado.

“Nada mudou em nossa firme determinação de fechar o acordo o mais rápido possível”, disse Takahiro Mori, vice-presidente da Nippon Steel e principal negociador da aquisição, acrescentando que “a política aparentemente está afetando” o atraso na aprovação do USW.

Como os acionistas da U.S. Steel já aprovaram o acordo, outros concorrentes não poderão comprar a empresa, acrescentou.

No ano passado, a U.S. Steel rejeitou uma oferta de 7,3 bilhões de dólares feita pela rival Cleveland-Cliffs, cujo presidente-executivo, Lourenço Gonçalves, continua a criticar o acordo proposto pela Nippon.

A Nippon Steel superou as estimativas do mercado nesta quinta-feira, mas registrou uma queda de 20,8% no lucro líquido, devido a perdas em instalações inativas no Japão.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.