Home Empresas Nokia se junta à Ericsson em previsão de 2º semestre mais forte, após lucrar menos que o esperado no 1º tri

Nokia se junta à Ericsson em previsão de 2º semestre mais forte, após lucrar menos que o esperado no 1º tri

As ações da Nokia reverteram o curso e subiam 1,5% nesta quinta-feira, após caírem mais cedo 3%

por Reuters
0 comentário

A fabricante finlandesa de equipamentos de telecomunicações Nokia registrou um aumento no lucro trimestral menor do que o esperado nesta quinta-feira, já que a demanda lenta por dispositivos 5G nos principais mercados da América do Norte e Índia continuou pesando sobre as vendas.

“Este ainda será um ano fraco para o mercado de RAN (rede de acesso por rádio) móvel e esperamos, como eu disse, que ele melhore gradualmente durante o ano”, disse o presidente-executivo Pekka Lundmark a repórteres.

Uma queda na demanda por equipamentos 5G na América do Norte, o maior mercado para Nokia e para a rival sueca Ericsson, além de perdas de participação de mercado na China, têm feito com que ambas as empresas moderem suas expectativas e demitam milhares de funcionários a fim de reduzir custos.

O lucro operacional do primeiro trimestre, excluindo determinados itens de receitas e despesas, e ajudado por cortes de custos, foi de 597 milhões de euros, acima dos 479 milhões do ano anterior.

APRENDA COMO MULTIPLICAR E PROTEGER SEU CAPITAL INVESTIDO POR MEIO DAS CRIPTOMOEDAS E ACELERE A SUA JORNADA RUMO À LIBERDADE FINANCEIRA

Quatro analistas consultados pela LSEG previam, em média, um lucro de 663 milhões de euros.

As ações da Nokia reverteram o curso e subiam 1,5% nesta quinta-feira, após caírem mais cedo 3%.

Analistas do JPMorgan disseram que a tendência de vendas fracas da Nokia levou ao lucro abaixo do esperado, mas que a empresa está bem posicionada para uma recuperação.

(Imagem: Reprodução/REUTERS/Lars Hagberg/File Photo)
(Imagem: Reprodução/REUTERS/Lars Hagberg/File Photo)

O segmento de redes móveis, que registra pedidos por dispositivos 5G, viu as vendas em moeda local caírem 37% no trimestre, o que a Nokia disse ter marcado um ponto baixo este ano, e que espera uma recuperação no restante de 2024.

A Nokia já havia previsto em janeiro uma recuperação da demanda na segunda metade de 2024. A Ericsson disse na terça-feira que suas vendas se normalizariam no segundo semestre.

Paolo Pescatore, da PP Foresight, disse ser encorajadora a confiança de médio a longo prazo da Nokia e da Ericsson no mercado, mas que incertezas macroeconômicas, eleições e atuais tensões geopolíticas permanecem sendo grandes preocupações.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.