familia-postO número de famílias endividadas caiu de 62% em 2011 para 59% em 2012, de acordo com a radiografia do endividamento das famílias brasileiras, divulgada nesta segunda-feira (15) pela Fecomercio-SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).

O valor total da dívida das famílias, no entanto, aumento. O volume passou de R$ 15,9 bilhões em 2011 para R$ 16,2 bilhões em 2012 – muito dessa mudança se deve ao fato do número de empréstimos ter aumentado em 2012.

Como resultado, o valor médio real da dívida mensal das famílias (nível nacional) também obteve um aumento. Esse montante subiu 7,6% em 2012 e passou de R$ 1.812 para R$ 1.950.

A cidade de São Paulo detém o maior volume de dívidas. Em 2012, na média mensal, o total de dívidas das famílias alcançou R$ 3,6 bilhões, um aumento de 15% em relação a 2011. Apesar do expressivo volume (R$ 3,6 bilhões), Palmas, capital do Tocantins, foi a cidade que obteve a maior variação nacional, com um crescimento de 43% do total das dívidas das famílias, alcançando um total de dívidas de R$ 59 milhões.

Ranking nacional (2012) – Número porcentual de famílias endividadas

5 Maiores

  • Curitiba – 88%
  • Florianópolis – 82%
  • Maceió – 77%
  • Palmas – 75%
  • Cuiabá – 75%

5 Menores

  • Salvador – 40%
  • Goiânia – 43%
  • Campo Grande – 46%
  • São Paulo – 50%
  • Manaus – 50%

Número absoluto de famílias endividadas

5 Maiores

  • São Paulo – 1.814.420
  • Rio de Janeiro – 1.253.914
  • Distrito Federal – 582.601
  • Curitiba – 518.603
  • Belo Horizonte – 477.465

5 Menores

  • Boa Vista – 38.250
  • Palmas – 40.958
  • Rio Branco – 59.696
  • Macapá – 66.146
  • Vitória – 69.331

Parcela mensal comprometida com a dívida

5 Maiores

  • Teresina – 40%
  • João Pessoa – 37%
  • Maceió – 37%
  • Aracaju – 37%
  • Natal – 36%

5 Menores

  • Porto Velho – 24%
  • Rio Branco – 26%
  • Belém – 27%
  • Belo Horizonte – 28%
  • Florianópolis – 28%

Valor médio de dívida por família (em reais)

5 Maiores

  • Florianópolis – R$ 2.505
  • Porto Alegre – R$ 2.504
  • Vitória – R$ 2.499
  • Belo Horizonte – R$ 2.476
  • Recife – R$ 2.174

5 Menores

  • Boa Vista – R$ 1.005
  • Porto Velho – R$ 1.051
  • Rio Branco – R$ 1.082
  • Macapá – R$ 1.276
  • Manaus – R$ 1.339

Famílias com dívidas em atraso (em %)

5 Maiores

  • Aracaju – 45%
  • Porto Alegre – 32%
  • Macapá – 30%
  • Salvador – 27%
  • São Luís – 27%

5 Menores

  • Palmas – 11%
  • Belém – 15%
  • Goiânia – 15%
  • Fortaleza – 15%
  • Distrito Federal – 16%

Fonte: R7 | Foto de freedigitalphotos.net.

Igor Oliveira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários