dinheirama-post-o-eu-criativo-eu-produtivoDe acordo com a Wikipedia, “em Teoria da Computabilidade, conjuntos produtivos e conjuntos criativos são tipos de conjuntos de números naturais importantes em Lógica matemática”. Estranho? Calma.

Procurei tentar entender alguma coisa sobre Conjuntos Produtivos e Conjuntos Criativos para resolver minha rotina criativa e não produtiva ou produtiva e nada criativa. Mas, como não entendi coisa nenhuma sobre essa teoria matemático-computacional, resolvi buscar uma solução na Psicologia.

Então digitei alguns termos relacionados a criatividade e produtividade no nosso amigo Google e, como era de se esperar, encontrei um monte de referências que fui abrindo em novas abas. Li um, dois, três textos e todos diziam a mesma coisa: basicamente mostravam uma fórmula para a rotina. Ou você acorda cedo e é produtivo ou você vai dormir tarde e é criativo.

Existem certas verdades nesta fórmula. Quando acordo cedo, percebo que produzo mais e até fico mais disposto durante o dia. E as melhores ideias surgem bem na hora que vou dormir. Quando apago a luz, parece que um milagre acontece.

Uma vez, na época em que eu estava estudando para o vestibular, fiquei horas tentando resolver um problema complexo de física. E a solução me parecia algo de outro mundo, algo que apenas Einstein ou Hawking poderiam resolver.

Larguei mão de ficar quebrando a cabeça com aquele problema e deixei para pedir ajuda para o professor no dia seguinte. Tomei um bom banho e fui dormir. Naquela noite sonhei com a solução do problema. Parecia ser tão óbvia, me perguntei como não tinha pensado nisso antes.

Uma vez sonhei com uma música muito bonita, mas quando acordei não me lembrava os acordes, da melodia e muito menos da letra. Isso mostra como nós somos seres naturalmente criativos. No meu estado mais inconsciente, criei uma bela canção. Mas por que não consigo criá-la no meu estado consciente, quando posso concretizá-la em um arquivo mp3 real?

As soluções também aparecem no estado consciente do sono, quando você já deitou na cama, mas ainda não “apagou”. Ideias de textos para escrever, vídeos para gravar, músicas para compor aparecem com frequência quando me deito e apago a luz. Parece mágica. Já deixei passar muitas ideias interessantes que me vieram a cabeça quando apaguei a luz. Resolvi tentar encontrar uma solução para este problema que relatei neste vídeo que gravei.

Do meu ponto de vista, ser criativo também é ser produtivo. No momento em que eu passo uma noite trancado no meu quarto com a guitarra e o Mac criando uma música, eu estou sendo criativo por dar forma a algo que ainda não existe (a canção, resultado do processo criativo) e também estou sendo produtivo, no sentido de que em breve uma nova música estará gravada (o arquivo mp3, resultado do processo produtivo).

Quando se está sendo criativo, você está produzindo. O oposto não é necessariamente verdadeiro. Você pode ser produtivo em fazer um relatório imenso em meia hora. Isso não significa que você fez um relatório inovador, que vai mudar a forma como os relatórios são feitos. Você pode resolver dezenas de problemas durante um dia de forma criativa. Neste caso, sim, você foi produtivo e criativo ao mesmo tempo.

No fim das contas, cada pessoa deve encontrar seu estilo. O mais importante é estar sempre fazendo algo. Se tem algum problema para ser resolvido, comece a resolvê-lo. Evite acumular tarefas, isso nunca tem um final feliz (digo isso por experiência própria).

Independente se sua rotina é acordar cedo ou dormir tarde, você pode sim ser produtivo e criativo. O melhor caminho é estar sempre produzindo. Ah, é bom lembrar que uma boa noite de sono também é indispensável.

Crie a sua rotina. Ou se você, como eu, não gosta de rotina, não gosta de ter dias iguais, não crie sua rotina. Mas trabalhe. Afinal, como diria aquela frase que não se tem certeza se é de Albert Einstein, “o sucesso é 10% inspiração e 90% transpiração”.

Mas e você, caro leitor, consegue ter uma rotina de alta criatividade e produtividade? Deixe sua opinião nos comentários. Até a próxima!

Foto business concept on wall, Shutterstock.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários