pagar-conta-postÉ verdade que ninguém gosta de pagar contas, mas também é fato que deixar de pagá-las geralmente traz consequências muito graves. Dentro do importante conceito de educação financeira como cidadania, é útil observar que os cuidados com as finanças passam por lidar de forma adulta e responsável com nossos compromissos financeiros.

É fundamental valorizar a criação e atualização de um orçamento doméstico, bem como a utilização de ferramentas para gerenciar as datas de vencimento e os limites financeiros da família. Por quê? Porque deixar de pagar uma conta pode representar sérios problemas, como você verá neste artigo.

Veja abaixo o que pode acontecer caso você não pague suas contas:

Inclusão no cadastro de devedores

Caso o prazo de pagamento expire, no dia seguinte a empresa pode colocar o nome do devedor no cadastro de órgãos de proteção ao crédito para informar que o consumidor possui um débito em atraso.

O consumidor tem um prazo de 10 dias, contados a partir da data do envio da notificação de débito, para pagar a conta.

Restrições de crédito

Um dos principais problemas de quem tem o nome “sujo” é o crédito restrito, segundo José Geraldo Tardin, presidente do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec): “O nome sujo traz consequências seríssimas. Não adianta ter um histórico de crédito ótimo nos últimos 20 anos. A partir do momento que o consumidor é incluído no SCPC e no Serasa, tudo fica restrito”.

Após a quitação da dívida, o nome do cliente é retirado do cadastro entre 3 e 5 dias úteis. Se após cinco anos a dívida não for quitada, o consumidor é automaticamente excluído dos cadastros, mas a dívida não desaparece.

“A lei prevê que o registro seja deletado após cinco anos por decurso de prazo. Não significa que dívida caducou, ela continua existindo, o que caduca é a informação no banco de dados de inadimplência”, explica Fernando Consenza, diretor de marketing da Boa Vista Serviços.

Pagamento de Juros

Quando o consumidor não faz o pagamento das suas dívidas, ele arca com alguns custos, e um deles são os juros. Além dos juros moratórios e compensatórios, podem existir cláusulas penais que definam outras sanções específicas em caso de atraso do pagamento, como uma indenização, ou a suspensão de um serviço. Essas cláusulas podem variar muito de acordo com o contrato. O fato é que a dívida ficará ainda maior.

Suspensão dos Serviços

No caso das contas de serviços recorrentes, como as contas de luz, a cláusula penal prevista é a suspensão do serviço. Serviços básicos, que são as contas de água, luz e gás, só poderão ter o fornecimento suspenso depois de 90 dias. Serviços que não são essenciais, como as contas de telefone fixo e móvel e de televisão por assinatura, possuem outros prazos.

Quer saber que outras complicações você pode ter? Leia o artigo completo no site da EXAME.

Foto de Radio Uirapuru.

Igor Oliveira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários