Home Finanças Pessoais O que é um correspondente bancário

O que é um correspondente bancário

Os correspondentes bancários recebem um percentual de comissão de acordo com a tabela de cada banco

por Blog do Serasa
3 min leitura

O correspondente bancário é uma pessoa jurídica que desempenha um papel importante na inclusão financeira e no acesso a serviços bancários em diversas regiões, especialmente as mais remotas.

Lotéricas, comércio varejista e agências dos Correios são exemplos de locais que atuam (ou podem atuar) como correspondentes bancários, intermediando transações financeiras entre consumidores e bancos.

Saiba como é atuação do correspondente bancário.

O que é um correspondente bancário

Correspondente bancário é uma empresa ou pessoa física autorizada por instituições financeiras para prestar determinados serviços bancários.

Os correspondentes bancários funcionam como intermediários, oferecendo uma série de serviços bancários básicos em nome de uma ou mais instituições financeiras.

Exemplos de correspondentes bancários que podem oferecer serviços financeiros são:

lotéricas;

agências dos Correios;

lojas de conveniências;

comércios;

redes de supermercados;

farmácias e drogarias.

O serviço de correspondente bancário é regulamentado pelo Banco Central do Brasil (Bacen) mais especificamente pela Resolução nº 3.954/2011, e tem como objetivo principal ampliar o alcance dos serviços financeiros, facilitando o acesso a esses serviços para a população.

Funções de um correspondente bancário

As funções de um correspondente bancário podem incluir uma série de operações bancárias.

Entre as principais atividades realizadas, destacam-se:

Abertura de contas: muitos correspondentes bancários são habilitados para abrir contas correntes e poupanças, facilitando o acesso ao sistema bancário.

Recebimento de contas e boletos: eles permitem que os clientes paguem suas contas de água, luz, telefone e outros boletos de maneira prática.

Depósitos e saques: oferecem serviços de depósito e saque de dinheiro, o que é importante em localidades onde não há caixas eletrônicos ou agências bancárias próximas.

Empréstimos e financiamentos: correspondentes bancários podem intermediar a contratação de empréstimos e financiamentos, ajudando os clientes a acessar crédito.

Consultas e extratos: permitem que os clientes façam consultas de saldo e extratos de suas contas bancárias.

Transferências bancárias: os correspondentes bancários facilitam a realização de transferências entre contas, sejam elas do mesmo banco ou de bancos diferentes.

    Benefícios de utilizar um correspondente bancário

    Utilizar os serviços de um correspondente bancário traz uma série de benefícios tanto para os clientes quanto para as instituições financeiras.

    Entre os principais benefícios, podemos citar:

    Acessibilidade

    Correspondentes bancários estão presentes em locais em que não há agências bancárias, como em áreas rurais ou periferias urbanas, facilitando o acesso aos serviços financeiros.

    Comodidade

    Eles permitem que os clientes realizem várias operações bancárias no mesmo local onde fazem outras atividades do dia a dia, como compras em supermercados ou farmácias.

    Descongestionamento das agências

    Ao oferecer serviços básicos, os correspondentes bancários ajudam a reduzir o fluxo de clientes nas agências bancárias, melhorando a eficiência do atendimento.

    Inclusão financeira

    Eles desempenham um papel importante na inclusão financeira, permitindo que mais pessoas tenham acesso a serviços bancários e, consequentemente, a oportunidades de crédito e investimento.

    Redução de custos

    Para as instituições financeiras, os correspondentes bancários representam uma forma de expandir a presença sem os custos elevados de manter agências físicas. 

    Como os correspondentes bancários são remunerados?

    Os correspondentes bancários recebem um percentual de comissão de acordo com a tabela de cada banco.

    Essa comissão depende do serviço oferecido e pode variar entre 3% e 6%, de acordo com Resolução do Banco Central.

    Confira um exemplo:

    Imagine que João tenha uma pequena mercearia no interior do Brasil e atua como correspondente bancário para o Banco X.

    A tabela de comissões do Banco X especifica:

    Abertura de contas correntes: 3% do valor inicial depositado.

    Pagamento de contas e boletos: 4% do valor de cada transação.

    Depósitos bancários: 5% do valor de cada depósito.

    Empréstimos pessoais: 6% do valor do empréstimo concedido.

    Durante o mês de maio, os resultados do correspondente bancário foram:

    Abertura de contas correntes:●     A empresa de João abriu 10 contas correntes, cada uma com um depósito inicial de R$1.000,00.●     Comissão: 3% de R$1.000,00 = R$ 30,00 por conta●     Total de comissões: 10 contas x R$30,00 = R$300,00 

    Pagamento de contas e boletos:●     A mercearia de João processou 200 pagamentos de contas, com valor médio de R$100,00 por transação.●     Comissão: 4% de R$100,00 = R$4,00 por pagamento.●     Total de comissões: 200 pagamentos x R$4,00 = R$800,00 

    Depósitos bancários:●     Foram feitos 150 depósitos, com valor médio de R$200,00 por depósito.●     Comissão: 5% de R$200,00 = R$10,00 por depósito●     Total de comissões: 150 depósitos x R$10,00 = R$1.500,00

    Empréstimos pessoais:●     João intermediou 5 empréstimos pessoais, com um valor médio de R$ 5.000,00 por empréstimo.●     Comissão: 6% de R$ 5.000,00 = R$ 300,00 por empréstimo●     Total de comissões: 5 empréstimos x R$ 300,00 = R$ 1.500,00

      Total de comissões recebidas no mês:

      1. Abertura de Contas Correntes: R$ 300,00
      2. Pagamento de Contas e Boletos: R$ 800,00
      3. Depósitos Bancários: R$1.500,00
      4. Empréstimos Pessoais: R$ 1.500,00

      Total geral: R$ 4.100,00

      Como abrir um correspondente bancário

      Esse é um processo que envolve cumprir alguns requisitos e seguir etapas específicas.

      Confira os procedimentos:

      Correspondente bancário para serviços básicos

      Para oferecer serviços básicos, como pagamento de contas, depósitos, recarga de celular, etc., o procedimento é mais simples:

      1. Entre em contato com o banco do qual deseja ser correspondente.
      2. Peça a lista de documentos necessários e os requisitos.
      3. Reúna os documentos e vá ao banco fechar negócio.

      Correspondente bancário para serviços complexos

      Para oferecer outros serviços mais complexos, como empréstimos, financiamentos e outros serviços, os procedimentos são os seguintes:

      1. Entre em contato com o banco do qual deseja atuar como correspondente.
      2. Peça a lista de documentos necessários e os requisitos.
      3. Verifique quais são as certificações que precisa tirar para ter a devida autorização.
      4. Faça o curso e a prova para obter as certificações e a autorização do Banco Central.
      5. Envie todos os documentos e certificações ao banco para fechar negócio.

      O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

      © 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

      O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

      O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.