Home Agronegócio OIA eleva previsão de déficit global de açúcar para 2023/24

OIA eleva previsão de déficit global de açúcar para 2023/24

A OIA também estimou que houve um excedente global de 308.000 toneladas na temporada 2022/23

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Freepik)

A Organização Internacional do Açúcar (OIA) elevou nesta quarta-feira sua previsão para o tamanho do déficit global de açúcar previsto para a atual temporada 2023/24.

O relatório trimestral do órgão intergovernamental projetou um déficit global de 689.000 toneladas para 2023/24 (outubro/setembro), em comparação com um déficit de 335.000 toneladas previsto em sua última atualização em novembro de 2023.

Uma pesquisa da Reuters com analistas e traders neste mês apresentou uma mediana para as previsões de pequeno superávit de 500.000 toneladas na temporada 2023/24.

A produção global de açúcar em 2023/24 foi vista em 179,7 milhões de toneladas, abaixo da projeção anterior de 179,9 milhões de toneladas, com uma modesta revisão para cima das expectativas de consumo, de 180,2 milhões de toneladas para 180,4 milhões de toneladas.

A OIA elevou sua previsão para a produção brasileira em 2023/24 de 43,07 milhões de toneladas para 44,52 milhões de toneladas, mas reduziu sua perspectiva para a Tailândia de 9,48 milhões de toneladas para 8,24 milhões de toneladas.

“Nossa segunda revisão consecutiva para cima da produção brasileira continua sendo o principal fator para a manutenção de nossa visão neutra de preço”, disse o relatório, observando um viés de alta em sua visão de preço.

A OIA também estimou que houve um excedente global de 308.000 toneladas na temporada 2022/23.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.