Temos recebido muitas mensagens de leitores questionando sobre onde colocar seus recursos financeiros sob as perspectivas de continuidade e agravamento da crise durante o ano de 2016.

Algumas dessas pessoas disseram que foram demitidas e sacaram os valores da rescisão (FGTS, multa da demissão e pagamento de horas extras e férias vencidas). Com isso, passaram a ter uma quantia relevante de dinheiro em mãos, e querem multiplicá-lo enquanto buscam outras fontes de renda.

Como o perfil de aversão ao risco é diferente para cada pessoa, você precisa refletir honestamente sobre isso, e decidir se quer investir com pouco, médio ou muito risco. A diferença está nas possibilidades de retorno. Quanto maior as chances de ganho, maior o risco, e vice-versa. Você pode dividir, colocando uma parte maior em investimentos de baixo risco, e utilizando o restante em investimentos mais arriscados, buscando maior retorno.

Outra coisa importante é pensar no tempo em que o dinheiro ficará investido. São aqueles conceitos de curto, médio e longo prazo. Para cada um destes períodos, há diferentes tipos de investimentos também.

Independente de suas decisões, não podemos desprezar uma taxa de juros ao ano de 14,25% e precisamos nos proteger de uma inflação na casa dos 10%.

Feitas estas colocações, nossa parceira de conteúdos, a Empiricus, disponibilizou um relatório avaliando os melhores investimentos para se realizar nestes tempos difíceis. O objetivo do documento é te ajudar nessa escolha. O autor é o Felipe Miranda, sócio fundador e analista CNPI. Estas são suas palavras iniciais:

“Este é um relatório simples e direto. Ele atende de forma bastante pragmática e objetiva uma demanda dos próprios leitores da Empiricus. Transmite basicamente minhas próprias convicções de investimento para 2016, num tom de conversa. Como se pudesse, quase sem filtro, fazer com que os leitores entrem dentro da minha cabeça”.

Para acessar o material completo, clique aqui para ser direcionado para uma página exclusiva com mais detalhes e instruções. É gratuito.

Aprenda sempre mais sobre finanças e cuide do seu dinheiro. Você trabalhou muito para tê-lo. Desejamos ótimos investimentos! Até breve!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto “Brazil invest”, Shutterstock.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários