Home Finanças Pessoais Os bem-sucedidos nas finanças e na vida sabem fazer acontecer

Os bem-sucedidos nas finanças e na vida sabem fazer acontecer

por Ricardo Pereira
0 comentário

Os bem-sucedidos nas finanças e na vida sabem fazer acontecerExiste uma diferença básica entre as pessoas que são bem resolvidas financeiramente e aquelas que costumam enfrentar grandes dificuldades. Os bem resolvidos são, via de regra, pessoas decididas, que não medem esforços para atingir suas metas pessoais e familiares. São tipos que costumo identificar com uma definição bastante simples: estes sabem fazer acontecer.

Pessoas que fazem acontecer são aquelas que tomam a frente de sua vida e que não têm medo de tentar. Não temem ousar e cumprem à risca a disciplina necessária para ficar cada dia mais próximo do sucesso[bb]. Para ser uma pessoa que faz acontecer o essencial é ter grande disponibilidade e disposição.

Não se trata de realizar tarefas e mais tarefas ou simplesmente participar de inúmeros cursos ou treinamentos. Não, a disponibilidade necessária é para se envolver de fato com a chance de ser o protagonista de sua vida e tomar atitudes que resultem em mudanças, mesmo que elas não sejam positivas à primeira vista.

Tenha seu modelo, sua inspiração
Existem ao nosso redor muitas pessoas que fazem acontecer e não é tão difícil encontrá-las. Buscar inspiração nelas é possível, mas não basta. Podemos criar o nosso próprio modelo. Esse modelo vai precisar de sua habilidade em respeitar seu dinheiro[bb] e organizar seus sonhos para que eles não sejam mais valiosos do que seu comprometimento com o próprio futuro.

Para ser uma pessoa que faz acontecer o planejamento deixa de ser uma simples ferramenta. Ele passa a ter função de uma arma poderosa e mortal contra as dificuldades momentâneas e imprevistos. Por quê? Ora, quem planeja cria oportunidades de inovar e fazer diferente, pois sabe exatamente as consequências que cada passo irá propiciar, independente de qual direção. Quando não sabe, tem reserva para enfrentar as dificuldades porque se planejou.

É aquela história: existem os que perguntam sobre investimentos, falam de compras, negociação, planejamento, mas nada fazem. E existem os que investem, mantém um orçamento financeiro decente, vivem suas vidas de acordo com as possibilidades e constroem patrimônio. Falar, falar? Agir? O que realmente transforma?

Não se coloque como vítima
Quem faz acontecer não se coloca em posição de vítima e mesmo quando fracassa tira grandes aprendizados. Além disso, sabe ouvir com atenção e sempre busca a opinião de quem tem experiência no assunto de seu interesse. Errar faz parte da vida e o erro muitas vezes é o primeiro passo para o acerto. Quem faz acontecer persiste e, por isso, prospera.

Outro dia, ao conversar com amigos[bb] que passavam por situação financeira delicada, não pude deixar de mostrar meu descontentamento ao perceber que poderiam ter uma situação financeira muito diferente. Percebi que esses tiveram a oportunidade de fazer acontecer e optaram por seguir o modelo da conveniência, disfarçado nas cobranças da sociedade e na necessidade de parecer:

  • Ganhar muito se tornou desculpa para gastar muito;
  • Alta renda se tornou sinônimo de alto padrão de vida;
  • Frustração foi a oportunidade para consumo inconsciente;
  • A ganância substituiu a ambição pelo sucesso.

No meu entender, fazer acontecer é uma questão de escolhas que não podem ser delegadas ou postergadas. Devo alertá-lo de que não fazer nada e deixar-se levar pelo automático também é uma escolha, uma decisão. Que tal começar a acontecer? Comece a dar mais valor para sua vida e seu dinheiro. Agora. Até a próxima.

Crédito da foto para freedigitalphotos.net.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.