Home Finanças Pessoais Os erros podem ser nossos melhores amigos

Os erros podem ser nossos melhores amigos

por Janaína Gimael
3 min leitura

Nesta semana minha irm√£ me enviou um v√≠deo sobre erros. Nele, a narradora contava a forma com que uma tribo africana costumava reagir quando algu√©m da aldeia cometia um erro. No lugar de acusar ou jogar pedras, como costumamos em geral fazer na sociedade em que vivemos, a pessoa que cometeu o erro era levada at√© o centro da aldeia e ent√£o os membros da tribo come√ßavam a dizer em voz alta, um de cada vez, tudo de bom que aquela pessoa j√° havia feito em algum momento. A inten√ß√£o era ajudar a pessoa a n√£o se culpar, e seguir em frente levando recorda√ß√Ķes de suas atitudes positivas. Bonito, n√£o?

Costumamos, ao contrário dessa tribo, ser muito intolerantes com os erros dos outros e também com os nossos próprios erros, e esse vídeo me fez avaliar que há algo que não está certo nisso. Precisamos aprender com o exemplo da tribo africana e, como dizem, seguir com o baile da vida após cometer um erro. Afinal, não é um erro que nos define como pessoas.

Comecei a pensar, ent√£o, nos tantos erros que cometi ao longo da vida, e cheguei √† conclus√£o de que eles tamb√©m foram as minhas melhores li√ß√Ķes. Sabe por qu√™? Porque √© apenas quando erramos que nos esfor√ßamos de fato para fazer diferente numa pr√≥xima vez.

Vale para tudo: Errou na receita do bolo? Na próxima fornada certamente tomará mais cuidado na hora de acrescentar os ingredientes. Falou algo que não devia? Certamente ficará mais atento com as palavras para não magoar alguém novamente. Perdeu dinheiro porque não avaliou direito os riscos? No próximo investimento fará a lição de casa certinho. Pense bem: aquele exercício que você errou numa prova anos atrás é certamente aquele do qual você nunca mais conseguiu se esquecer da resposta! E assim é a vida!

O melhor balanço

Decidi escrever sobre erros n√£o somente porque recebi aquele v√≠deo lindo, mas tamb√©m porque √© minha semana de anivers√°rio. E quando fazemos anivers√°rio, como diz a minha m√£e, ‚Äú√© batata‚ÄĚ! Sempre tendemos a fazer um balan√ßo de todos os acertos e erros cometidos ao longo do ano para que no pr√≥ximo a gente ao menos tente fazer diferente, n√£o √© verdade? Se comeu demais e engordou, a gente promete que vai cuidar melhor de si mesma no pr√≥ximo ano; se ia come√ßar a estudar e n√£o o fez, a gente decide se matricular logo naquele curso; se ia come√ßar a poupar e n√£o conseguiu, a gente avalia que √© preciso organizar as finan√ßas o quanto antes. √Č a an√°lise dos erros ‚Äď ou da falta de acertos ‚Äď que nos permite fazer um balan√ßo que sirva para retomar o rumo.

E quando se tratam de erros, o objeto de estudo desta reflex√£o, precisamos lembrar ‚Äď e me incluo nisso ‚Äď que um erro cometido tamb√©m deve ser perdoado e servir de aprendizado, porque hoje n√≥s n√£o somos as mesmas pessoas de ontem. Ou seja, fizemos o melhor que pudemos de acordo com as circunst√Ęncias e nossa consci√™ncia e forma de encarar o mundo na √©poca. E n√£o somos os mesmos porque foi exatamente aquele errinho l√° atr√°s que nos levou a mudar. Isso √© algo muito legal para observarmos! Que bom que a vida nos permite isso, n√£o √© mesmo?

Se tivéssemos só acertos na vida, veja bem, não mudaríamos nunca, afinal, para quê mexer em time que está ganhando? Mas todo mundo erra. Talvez a gente comece a vida mesmo errando. Pense em quantas palavras falamos de qualquer jeito, trocando letras e sons, até falarmos o nosso idioma? E em quantos tombos tomamos até ficarmos em pé? Só aos poucos, conforme erramos, vamos aprendendo e conseguindo acertar.

E se olharmos os exemplos de gente conhecida que conta suas histórias para a mídia, também vamos ver que não são apenas os simples mortais que cometem seus muitos erros. Quantos artistas, investidores e empresários não contam por aí que erraram muito antes de acertar? Não tem jeito, faz parte do jogo!

Para terminar este artigo, depois de toda essa reflex√£o, espero que da pr√≥xima vez que voc√™ cometer um erro, possa se lembrar de ser mais suave com rela√ß√£o a ele, combinado? Se der para consertar, √≥timo. √Č sempre bom tentar fazer isso quando poss√≠vel! Mas se n√£o der (√†s vezes n√£o d√°), fa√ßa o exerc√≠cio de seguir em frente e tentar acertar de uma pr√≥xima, certo?

E na hora de fazer uma avaliação da vida, talvez em uma semana de aniversário, assim como eu, no lugar de contar os erros, some os acertos. E conte também os amigos e pessoas especiais que você tem por perto. São eles que, assim como acontece com a tribo africano lá do começo do texto, que mostrarão os acertos que você talvez nem se lembre de ter realizado!

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.