Home Economia e Política Palestinos devem determinar futuro de Gaza, mas negociações são prematuras, diz chanceler do Egito

Palestinos devem determinar futuro de Gaza, mas negociações são prematuras, diz chanceler do Egito

Israel lançou operações aéreas e terrestres em Gaza depois que militantes do Hamas mataram 1.200 pessoas e fizeram 240 reféns em 7 de outubro

por Reuters
0 comentário

O Egito quer ver a Autoridade Palestina governar Gaza, mas é muito cedo para discutir detalhes dos preparativos para o futuro do enclave, disse o ministro egípcio das Relações Exteriores, Sameh Shoukry, em Washington, nesta quinta-feira, antes de uma reunião na sexta-feira entre os principais diplomatas de Estados árabes e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken.

Washington tem pressionado os vizinhos árabes de Israel a participarem de negociações sobre como Gaza será administrada se Israel tiver sucesso no seu objetivo de eliminar o Hamas, que governa o enclave desde 2005.

Israel lançou operações aéreas e terrestres em Gaza depois que militantes do Hamas mataram 1.200 pessoas e fizeram 240 reféns em 7 de outubro.

Shoukry, reiterando os apelos dos líderes árabes por um cessar-fogo imediato, disse que a administração de Gaza cabe ao povo palestino.

A Autoridade Palestina e a Organização para a Libertação da Palestina (OLP) são os representantes legítimos do povo palestino e “deveriam ter a capacidade de governar tanto a Cisjordânia quanto Gaza”, disse Shoukry durante um evento no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais em Washington.

Era prematuro discutir detalhes da futura gestão de Gaza, uma vez que o resultado da campanha militar de Israel é incerto, disse ele.

“Penso que temos de esperar e ver quais são as consequências desta operação militar e das condições que existem em Gaza e depois proceder à abordagem das relações políticas”, disse. “Eu gostaria de ter visto um cessar-fogo ontem, na verdade, há 60 dias”, acrescentou Shoukry.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.