Home Esportes Paquetá agradece CBF por convocação apesar de investigação

Paquetá agradece CBF por convocação apesar de investigação

Paquetá defenderá a seleção contra o México, no dia 8, no Texas. No dia 12, a seleção jogará contra os EUA

por Reuters
0 comentário

O meia Lucas Paquetá agradeceu nesta sexta-feira à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por ter sido mantido no grupo que vai representar a seleção na Copa América em meio às investigações da Associação de Futebol (FA) da Inglaterra sobre suposto envolvimento em um esquema de manipulação de partidas para influenciar apostas.

O jogador do West Ham citou nominalmente o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues; o coordenador executivo de seleções da entidade, Rodrigo Caetano; e o técnico da seleção, Dorival Júnior, ao comentar o assunto durante entrevista coletiva na Flórida, onde o Brasil se prepara para amistosos preparatórios para a Copa América dos Estados Unidos.

“Queria primeiramente agradecer publicamente ao presidente Ednaldo pelo esforço que teve em apurar os fatos de tudo o que tem acontecido comigo e pela permanência da minha convocação. Ao Rodrigo, ao Dorival e aos torcedores que apoiaram a minha convocação“, disse ele a jornalistas.

A CBF informou na quinta-feira que iria manter a convocação de Paquetá apesar de o meia brasileiro ter sido acusado pela FA de tentar manipular o mercado de apostas. A entidade informou que consultou a federação inglesa antes de decidir pela manutenção de Paquetá.

O jogador foi formalmente acusado na semana passada pela FA de tentar intencionalmente receber cartões em partidas do seu time para manipular o mercado de apostas.

Segundo a associação, o jogador tem até 3 de junho para responder às acusações, e até lá não existe qualquer suspensão imposta contra ele.

Paquetá reiterou que vem colaborando com as investigações para tentar provar sua inocência.

“O que eu posso falar é que continuo fazendo o possível, cooperando. Meus advogados estão fazendo minha defesa para que tudo seja esclarecido no final disso tudo. Deixar claro que eu sigo preparado para este momento”, afirmou, acrescentando que foi orientado pelos advogados a não se pronunciar com detalhes sobre o caso.

A despeito das investigações, o meia do West Ham avalia que fez um boa temporada e merece estar na disputa da Copa América.

“Fiz uma temporada especial, muito boa para mim e comprovei isso nas últimas duas convocações. Estou pronto, queria muito estar aqui e estou disposto a fazer o meu melhor para a seleção brasileira”, afirmou.

Paquetá defenderá a seleção comandada pelo técnico Dorival Júnior contra o México, no dia 8, no Texas. No dia 12, a seleção jogará contra os Estados Unidos, em Orlando, na última partida de preparação para a Copa América.

O meia defende a seleção brasileira desde 2018. Ele foi convocado pela primeira vez logo após o Mundial da Rússia. Desde então, o carioca de 26 anos é um dos mais frequentes na equipe, com 44 jogos e 10 gols.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.