São muitos os temas que podemos desenvolver neste blog e que certamente trarão ótimas polêmicas e opiniões de todos os leitores. Agora quero apenas externar alguns fatos e opinões que julgo básicas, para aqueles que querem lidar bem com seu dinheiro. E definitivamente decidir se querem ou não parar de bater cabeça…

  • No Brasil, a imensa maioria das pessoas não dá a mínima para assuntos relacionados à economia, finanças e planejamento. E em consequência disso, são pouco informadas sobre estes assuntos. Por decisão delas.
  • A poupança mensal é vista como sobra do orçamento doméstico. Assim, ela é apenas uma sobra e não há nenhuma responsabilidade com sua manutenção ou uso inteligente para multiplicá-la. Se sobrou, então vamos gastar. Não é assim?
  • Trabalhamos para ganhar dinheiro. E este dinheiro usamos em algo que também foi fruto de trabalho de outras pessoas. É um universo muito grande de possibilidades e isso impede que uma regra em relação ao dinheiro funcione para todas as pessoas. Mas é preciso tentar. E em ocasiões especiais, criar.
  • Cuidar do seu dinheiro não é algo opcional, que você pode fazer no seu tempo livre. Já parou para pensar nisso? Cuidar dele, felizmente ou infelizmente, é sua obrigação.
  • Você sonha com alguma coisa? Um bem? Uma viagem? Um carro novo? Uma casa? Como pretende chegar lá? Com as sobras? Ou com dinheiro de verdade? E ai?
  • Pode parecer redundante e desnecessário, mas vale lembrar que devemos ter um padrão de vida que esteja dentro de nossos limites. O segredo não está no que você ostenta, mas na capacidade de aumentar cada vez mais estes limites. O resto será consequência.
  • Já pensou na hipótese de, ao invés de você trabalhar por dinheiro, seu dinheiro trabalhar por mais dinheiro? O que você faria se recebesse mensalmente seu salário dobrado trabalhando a mesma coisa? Como classifica esta renda extra? É a sobra?
  • Você é daqueles que tem tudo o que deseja, ainda que fique pagando imensas e demoradas prestações, a juros altíssimos? Que bom, com pessoas como você é que os mais bem informados sobre dinheiro podem ficar ainda mais ricos. De que lado você quer estar? Decida-se logo, a jornada vale a pena.

Os itens acima são fruto de algumas conversas com amigos, familiares e colegas de trabalho. As perguntas e opiniões podem soar ridículas, e é o que elas deveriam ser. Deveriam. Vamos pensar melhor no nosso dinheiro? No que fazer com ele? Conte comigo, esteja sempre por aqui. Abraço.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários