Home Empresas Petrobras avalia fatia da Novonor na Braskem caso não haja interessado

Petrobras avalia fatia da Novonor na Braskem caso não haja interessado

A Novonor tenta vender sua fatia na petroquímica há algum tempo, mas sem sucesso

por Reuters
0 comentário

A Petrobras (PETR3PETR4) avalia eventualmente comprar a participação da Novonor (ex-Odebrecht) na Braskem (BRKM5) que está à venda, caso não haja um interessado, e buscar sozinha posteriormente um sócio para o ativo, afirmou na véspera o CEO Jean Paul Prates, em entrevista em vídeo à agência epbr, em Houston.

A Novonor tenta vender sua fatia na petroquímica há algum tempo, mas sem sucesso.

Recentemente, o grupo de Abu Dhabi Adnoc desistiu de seguir com negociações pela participação, após ter feito em novembro uma oferta não vinculante de 10,5 bilhões de reais.

“Não havendo comprador, a gente pode até eventualmente fazer a aquisição e sair de novo, fazer um ‘farm out’ de participação nós mesmos”, disse Prates.

“Ou podemos obviamente assistir todo esse processo (de venda), participar dele, e não exercer a opção ao final em função do sócio ser adequado e das proporções e dos acordos serem satisfatórios para nós.”

Em fevereiro, Prates havia dito à Reuters que tinha a expectativa de ter um sócio no ativo, para dividir a gestão.

Atualmente, a Petrobras tem 36,1% do capital total da Braskem e 47% do capital votante da empresa, enquanto a Novonor detém participação de 50,1% no capital votante da Braskem e de 38,3% no capital total.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.