Home Empresas Petrobras posterga prazo para propostas na licitação de FPSOs de projeto em Sergipe

Petrobras posterga prazo para propostas na licitação de FPSOs de projeto em Sergipe

Segundo a companhia, é necessária "a prorrogação do prazo e aprimoramento das condições do edital, a fim de trazer atratividade e competitividade aos certames".

por Reuters
0 comentário

A Petrobras (PETR3PETR4) informou que postergou prazos para receber propostas das licitações que contratarão FPSOs para os projetos SEAP-I e SEAP-II, em águas profundas do Sergipe.

O recebimento das propostas, que antes se encerrava nesta segunda-feira, foi adiado para 14 de junho.

Segundo a companhia, é necessária “a prorrogação do prazo e aprimoramento das condições do edital, a fim de trazer atratividade e competitividade aos certames”.

O programa de Sergipe Águas Profundas (SEAP) terá dois módulos, cada um com uma plataforma do tipo FPSO.

A primeira unidade tem capacidade de produzir 120 mil barris de petróleo por dia e 10 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. Já a segunda unidade terá capacidade de processamento diário de 120 mil barris de petróleo e 12 milhões de metros cúbicos de gás.

O projeto também contará com um gasoduto de escoamento com 134 km de extensão, sendo 111 km no mar e 23 km em terra.

“O programa abre uma nova fronteira de produção na região Nordeste através do desenvolvimento de expressivas reservas ali descobertas, com potencial de disponibilizar até 18 milhões m³/d de gás para o mercado consumidor”, disse a Petrobras, acrescentando que está empenhando “todos os esforços necessários para a execução dos projetos”.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.