Home Comprar ou Vender Petrobras volta para carteira semanal do PagBank

Petrobras volta para carteira semanal do PagBank

"Suas bandas de Bollinger estão estreitas e o papel trabalha acima de sua média móvel exponencial de 200 períodos atualmente", explicam os analistas

por Gustavo Kahil
3 min leitura

As ações da Petrobras (PETR4) voltaram para a carteira recomendada semanal da corretora PagBank, mostra um relatório enviado a clientes.

Segundo os analistas Bianca Passerini e Breno Rao, os papeis estão em tendência de alta, a ação tem suporte nos R$ 34,31 e deve buscar a resistência dos R$ 37,84, seu objetivo imediato.

“Suas bandas de Bollinger estão estreitas e o papel trabalha acima de sua média móvel exponencial de 200 períodos atualmente. Por enquanto, seu saldo de volume vai acompanhando o preço”, apontam.

Além disso, foram incluídos as ações da BB Seguridade (BBSE3), JBS (JBSS3) e Klabin (KLBN11). Já os papeis retirados foram da Totvs (TOTS3), Transmissão Paulista (TRPL4), Nvidia (NVDC34) e Weg (WEGE3). O Banco do Brasil (BBAS3) foi mantido.

Ibovespa

Sobre o índice, Passerini e Rao explicam que ele segue em processo de correção dentro da tendência de alta do gráfico semanal, configurando um canal de baixa.

“Na última semana, predominou o interesse por compras na zona de suporte (bipolaridade) dos 120 mil pontos. A expectativa é de sustentação nesta região de preço, com potencial recuperação no curto prazo. O posicionamento para a próxima semana segue sendo de cautela com o mercado acionário brasileiro, que segue em tendência de baixa de curto prazo”, explicam.

Além da Petrobras

BBAS3 – Em tendência de alta, a ação do Banco do Brasil tem suporte nos R$ 26,39 e deve buscar a resistência dos R$ 28,64. Suas bandas de Bollinger estão paralelas e estreitas, sendo que o papel trabalha acima de sua média móvel exponencial de 200 períodos atualmente. Por enquanto, seu saldo de volume vai acompanhando o preço.

JBSS3 – Em tendência de alta, a ação da JBS rompeu o seu canal de correção de preços. Agora, com suporte nos R$ 29,27, deve ultrapassar a resistência de sua banda de Bollinger superior nos R$ 32,67 para buscar seu alvo nos R$ 34,96. Atualmente, o papel trabalha acima de sua média móvel exponencial de 200 períodos com um saldo de volume que apresenta topos e fundos ascendentes.

KLBN11 – A ação da Klabin tem suporte nos R$ 19,82 e deve buscar a resistência dos R$ 21,82. Suas bandas de Bollinger estão paralelas e estreitas, sendo que o papel trabalha acima de sua média móvel exponencial de 200 períodos atualmente. Por enquanto, seu saldo de volume vai acompanhando o preço.

BBSE3 – Em tendência de alta, a ação da BB Seguridade tem suporte nos R$ 31,95 e deve buscar a resistência dos R$ 34,57. Suas bandas de Bollinger estão estreitas e o papel trabalha acima de sua média móvel exponencial de 200 períodos atualmente. Além disso, seu saldo de volume apresenta topos e fundos ascendentes.

PETR4 – Em tendência de alta, a ação da Petrobras tem suporte nos R$ 34,31 e deve buscar a resistência dos R$ 37,84, seu objetivo imediato. Suas bandas de Bollinger estão estreitas e o papel trabalha acima de sua média móvel exponencial de 200 períodos atualmente. Por enquanto, seu saldo de volume vai acompanhando o preço.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.