Home Mercados Petróleo sobe com queda de estoque nos EUA

Petróleo sobe com queda de estoque nos EUA

Taxas mais baixas poderiam dar suporte aos preços do petróleo, que foram arrastados este ano pela fraca demanda global

por Reuters
0 comentário

Os preços futuros do petróleo subiram nesta quinta-feira, depois que a Administração de Informações sobre Energia dos Estados Unidos (EIA) divulgou uma queda no petróleo bruto e dados mostrando um esfriamento do mercado de trabalho, o que alimentou as esperanças de que o Federal Reserve possa cortar as taxas de juros em breve.

Os preços futuros do petróleo bruto Brent (BRENT) ficaram em 85,71 dólares por barril, alta de 0,64 dólar, ou 0,75%. A máxima da sessão, de 85,89 dólares, foi a maior desde 1º de maio.

Os contratos futuros do West Texas Intermediate (WTI) para julho, que vencem na quinta-feira, terminaram em 82,17 dólares por barril, com alta de 0,60 dólar, ou 0,74%.

“O mercado está definitivamente se recuperando”, disse Phil Flynn, analista do Price Futures Group.

Os estoques de petróleo bruto caíram 2,5 milhões de barris na semana encerrada em 14 de junho, para 457,1 milhões de barris, disse a EIA, em comparação com as expectativas dos analistas em uma pesquisa da Reuters de uma queda de 2,2 milhões de barris.

Os estoques em Cushing, Oklahoma, centro de entrega dos futuros do petróleo dos EUA,, aumentaram em 307.000 barris, disse a EIA.

Não houve liquidação do WTI na quarta-feira devido a um feriado nos EUA, o que manteve as negociações em grande parte moderadas. O contrato mais ativo de agosto subiu 0,60 dólar, a 81,31 dólares.

(Imagem: Freepik/ @ wirestock)
(Imagem: Freepik/ @ wirestock)

O número de norte-americanos que apresentaram novos pedidos de auxílio-desemprego caiu na semana passada.

O ímpeto do mercado de trabalho diminuiu juntamente com a economia em geral, conforme o Fed tem apertado a política para combater a inflação. Com a diminuição dessa pressão, um corte nas taxas este ano continua sendo cogitado.

Taxas mais baixas poderiam dar suporte aos preços do petróleo, que foram arrastados este ano pela fraca demanda global.

Um corte nas taxas dos EUA tornaria os empréstimos mais baratos na maior economia do mundo, estimulando o apetite por petróleo à medida que a produção aumenta.

Os preços do petróleo também devem permanecer apoiados por um crescente prêmio de risco geopolítico impulsionado pelo conflito no Oriente Médio, disse o analista da ActivTrades, Ricardo Evangelista.

As forças israelenses bombardearam áreas no centro da Faixa de Gaza durante a noite, enquanto os tanques aprofundaram seu avanço em Rafah, no sul.

No entanto, as expectativas de um aumento nos estoques parecem estar ofuscando os temores de uma escalada do estresse geopolítico por enquanto, disse Priyanka Sachdeva, analista sênior de mercado da Phillip Nova.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.