MBA Barsi
MBA Barsi
Home Mercados Petróleo sobe e acumula alta semanal com oferta restrita e conflito no Oriente Médio

Petróleo sobe e acumula alta semanal com oferta restrita e conflito no Oriente Médio

Na quinta-feira, o bombardeio da cidade de Rafah, na fronteira sul de Gaza, ajudou a aumentar os preços do petróleo em cerca de 3%

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Freepik/@wirestock)

Os preços do petróleo subiram nesta sexta-feira, acumulando alta de cerca de 6% em uma base semanal, com o aumento das preocupações sobre a oferta do Oriente Médio e com as interrupções no fornecimento de produtos refinados.

O petróleo Brent  avançou 56 centavos, ou 0,7%, a 82,19  dólares por barril. O petróleo West Texas Intermediate (WTI) dos Estados Unidos subiu 62 centavos, ou 0,8%, a 76,84 dólares por barril.

O preços do petróleo subiram durante toda a semana, impulsionados pela rejeição do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, a uma proposta de cessar-fogo com o Hamas na quarta-feira.

MBA Barsi 06/02/2024

A alta desta semana seguiu-se a uma perda de 7% na semana anterior.

“Acreditamos que esse tipo de oscilação ampla de preços de uma semana para outra caracterizará ainda mais os mercados de petróleo bruto até o final deste mês, a menos que haja grandes manchetes de alta no Oriente Médio que possam forçar um ajuste nos balanços globais de petróleo”, disse Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch and Associates LLC.

As forças israelenses continuaram os ataques aéreos mortais na Faixa de Gaza nesta sexta-feira.

Na quinta-feira, o bombardeio da cidade de Rafah, na fronteira sul de Gaza, ajudou a aumentar os preços do petróleo em cerca de 3%.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.