Home Empresas Petz e Cobasi: entenda os acordos da fusão

Petz e Cobasi: entenda os acordos da fusão

O anúncio ocorreu após rumores de uma união da Petz com a rival Petlove, que foram negados no mês passado

por Reuters
0 comentário

As redes de lojas de produtos e serviços para animais de estimação Petz (PETZ3) e Cobasi acertaram um memorando de entendimento não vinculante para combinarem seus negócios, anunciou a primeira nesta sexta-feira.

As duas empresas estão entre as maiores companhias do setor no Brasil e o grupo combinado deve produzir uma receita de 6,9 bilhões de reais, com um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 464 milhões de reais, segundo dados de 2023 citados pela Petz.

A companhia afirmou que a relação de troca entre as empresas foi calculada considerando um preço por ação da Petz de 7,10 reais, mais que o dobro do valor de fechamento do papel na véspera, a 3,50 reais.

APRENDA COMO MULTIPLICAR E PROTEGER SEU CAPITAL INVESTIDO POR MEIO DAS CRIPTOMOEDAS E ACELERE A SUA JORNADA RUMO À LIBERDADE FINANCEIRA

“A operação implicará na união de duas companhias com modelos de negócios e direcionamentos estratégicos similares, com o fortalecimento da omnicanalidade na plataforma combinada, ganho de escala e potencialização da estratégia comercial”, afirmou a Petz.

O anúncio ocorreu após rumores de uma união da Petz com a rival Petlove, que foram negados no mês passado.

O novo grupo vai somar 483 lojas no país em cerca de 20 Estados, sendo 249 unidades da Petz e 234 da Cobasi.

A nova empresa será igualmente dividida entre os acionistas da Petz e da Cobasi, com os investidores da Petz recebendo 450 milhões de reais após a conclusão da operação, segundo os termos do memorando de entendimento.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.