Home Economia e Política Com apoio do FBI, PF descobre nova joia de Bolsonaro

Com apoio do FBI, PF descobre nova joia de Bolsonaro

O diretor-geral, contudo, não deu detalhes dessa nova joia, mas avaliou que isso fortalece a linha de apuração da PF no caso

por Reuters
0 coment√°rio

A Polícia Federal descobriu uma nova joia durante diligências nos Estados Unidos na investigação que apura suposta tentativa de apropriação indevida de joias presenteadas envolvendo o ex-presidente Jair Bolsonaro e deve concluir até o mês que vem este inquérito e outros dois que implicam o ex-presidente: sobre fraude no cartão de vacinação e tentativa de golpe de Estado, disse o diretor-geral da PF, Andrei Rodrigues.

Em café da manhã com jornalistas nesta terça-feira, Rodrigues confirmou que, com o apoio do FBI, agentes da PF descobriram que, além do conjunto de joias de que já tinha conhecimento, houve a negociação de outra joia que não estava inicialmente no foco da investigação.

O diretor-geral, contudo, não deu detalhes dessa nova joia, mas avaliou que isso fortalece a linha de apuração da PF no caso.

“Isso s√≥ robustece a investiga√ß√£o que se tem feito, demonstrando todas as circunst√Ęncias e tudo houve nesse contexto, desde a apreens√£o do aeroporto at√© o dia de hoje”, disse.

Questionado sobre um poss√≠vel cometimento do ex-presidente de crime de peculato desvio de um bem p√ļblico , o diretor de Investiga√ß√£o e Combate ao Crime Organizado e √† Corrup√ß√£o da PF, Ricardo Saadi, afirmou que a descoberta da nova joia poder√° “eventualmente” caracterizar um crime continuado.

“Na hora da defini√ß√£o isso poderia ser considerado um agravante”, ressaltou ele, tamb√©m presente ao encontro.

Bolsonaro é investigado por suposto uso da estrutura do Estado para o desvio de joias ofertadas como presentes oficiais pelo governo saudita e posterior venda e ocultação de valores com o objetivo de enriquecimento ilícito do ex-mandatário.

Andrei Rodrigues refor√ßou que at√© o pr√≥ximo m√™s tr√™s investiga√ß√Ķes que envolvem Bolsonaro devem ser conclu√≠das pela PF, em linha com o que Reuters e outros ve√≠culos j√° haviam noticiado.

“Eu estimo, a nossa expectativa √© que no m√™s de junho a gente finalize as duas investiga√ß√Ķes, sobre joias e vacinas, e no m√™s de julho a gente finalize a investiga√ß√£o sobre o golpe”, afirmou.

Rodrigues ressalvou que, apesar da finaliza√ß√£o dessas investiga√ß√Ķes, elas podem gerar desdobramentos.

“H√° essa finaliza√ß√£o, sem preju√≠zo que o fruto desse trabalho todo haja desdobramentos, cause outras investiga√ß√Ķes, segue o jogo”, ressaltou.

Bolsonaro, que sempre negou envolvimento nos crimes, está inelegível até 2030 após ter sido condenado pelo Tribunal Superior Eleitoral por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação na campanha presidencial de 2022.

Dela√ß√Ķes

O diretor-geral afirmou ainda que a PF avalia firmar acordos de delação premiada na investigação feita sobre a existência de uma estrutura paralela na Agência Nacional de Inteligência (Abin) para monitorar e espionar pessoas contrárias ao governo Bolsonaro.

“Estamos (no momento das) dilig√™ncias finais, tem a possibilidade de colabora√ß√£o de investigados”, afirmou.

Questionado sobre a discussão no Congresso para acabar com a delação premiada de réus presos, Rodrigues não quis opinar por considerar que o assunto está na alçada do Legislativo. Ainda assim, disse apoiar o uso do instrumento como técnica de investigação.

“A dela√ß√£o √© important√≠ssima, √© uma ferramenta e estamos usando esse instrumento como sempre deveria ser usado, como meio de obten√ß√£o de prova”, disse.

“Respeitamos o processo legislativo, o Parlamento √© o foro adequado para esse tipo de discuss√£o, que deve ouvir todas as partes envolvidas”, acrescentou ele, ao dizer que a PF vai fazer uma manifesta√ß√£o t√©cnica para subsidiar o debate.

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.