dinheirama-post-politicos-ricos-brasilA revista norte-americana Forbes listou os políticos mais ricos do Brasil. Segundo o veículo, os políticos brasileiros estão entre os mais bem pagos e menos produtivos no mundo.

A Forbes destacou também a corrupção no País, lembrando que os escândalos políticos se tornaram comuns, e para o espanto de todos ainda assim nós brasileiros continuamos elegendo os politicos envolvidos em denúncias de corrupção. A revista fez questão de lembrar que no Brasil há um ditado comum sobre os políticos envolvidos em escândalos o “rouba, mas faz.”

“É um círculo vicioso. Brasileiros detestam principalmente os políticos, mas eles continuam elegendo as mesmas pessoas para cargos políticos”, afirma a Forbes.

Um exemplo apontado pela revista é de José Sarney, cuja família governa a mais de cinco décadas o estado mais pobre do País, mesmo estando envolvido pelos escândalos políticos.

Conheça de acordo com a Revista Forbes os 5 políticos mais ricos do Brasil:

1. Lirio Albino Parisotto: segundo a Forbes, o político mais rico do Brasil tem um patrimônio estimado em US$ 1,9 bilhão. Parisotto, que foi eleito como suplente de senador com Eduardo Braga (PMDB-AM), é um dos maiores investidores do mercado ações do Brasil.

Nascido no sul do Brasil, ele mora atualmente em Manaus. Em 2010, ele foi convidado por Braga para participar de sua chapa eleitoral. O político é dono de uma produtora de vídeo e áudio, a Videolar. Parissotto afirma que entrou na política para acabar com a pirataria.

2. Blairo Borges Maggi: em segundo lugar no ranking, sua fortuna é estimada em US$ 960 milhões. A Forbes afirma que é um dos homens mais poderosos da agricultura no Brasil. Atualmente, ele é senador no Mato Grosso e já foi governador do estado. Maggi é um dos donos do Grupo André Maggi, a maior produtora de soja do mundo.

3. Marcelo Beltrão de Almeida: com fortuna estimada em US$ 200 milhões, ele ocupa o terceiro lugar no ranking. Filho do fundador da CR Almeida, uma das maiores construtoras do país, atualmente é deputado federal. O político cogita concorrer a uma vaga para o Senado após o final de seu atual mandato.

4. Otaviano Olavo Pivetta: o prefeito de Lucas do Rio Verde, uma pequena cidade no estado do Mato Grosso, tem uma fortuna estimada em US$ 100 milhões. Eleito em 2008, Pivetta foi reeleito em 2012. Após a eleição, foi acusado de compra de votos durante a sua campanha, mas foi inocentado de todas as acusações por Tribunal Superior Eleitoral do Brasil no ano passado. O político é o maior acionista da Vanguarda Agro, um dos maiores produtores de grãos o Brasil.

5. Paulo Maluf: com fortuna estimada em US$ 33 milhões, o deputado federal aparece em quinto lugar no ranking. A Forbes afirma que Maluf é uma importante figura política do Brasil e que está na lista da Interpol, por acusações de participação em esquema de propina. Ex-governador e prefeito de São Paulo já foi acusado de corrupção ao longo de quatro décadas de sua carreira política, “embora nunca tenha sido condenado pelos tribunais brasileiros.” Sua família é controladora da Eucatex, um dos maiores fornecedores de materiais para as indústrias de construção e de móveis do Brasil.

Ao todo, os cinco citados da reportagem apresentam um patrimônio estimado de quase US$ 3,2 bilhões.

Você concorda com essa lista? Acha esses valores corretos, ou acredita que outros politicos estão faltando nessa lista?

Fonte: Infomoney. Foto Shutterstock, The National Congress of Brazil in Brasilia, capital of Brazil.

Igor Oliveira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários