Quem não quer um futuro tranquilo? Só não queremos é ter muito trabalho para chegar lá, não é verdade? Pois é, uma coisa não combina com a outra. Se quiser mesmo fazer a diferença e conseguir atingir seus objetivos vai precisar trabalhar suas contas, seu orçamento e aprender a cortar gastos. E isso pode ser mais simples do que imagina. No final das contas, são os pequenos gastos que acabam matando nosso saldo do final de mês.

Para os exemplos, vamos assumir que as economias geradas sejam colocadas em uma aplicação com rendimento mensal de 0,7% (pouco mais que a Caderneta de Poupança) e juros compostos, como já vimos. Onde economizar? Quanto uma economia mensal representa em um ano em no longo prazo? Será que vale mesmo a pena? Vamos dar uma olhada?

  • Economizando R$ 50,00 por mês: você teria, em 12 meses, R$ 623,65. Em 40 anos seriam R$ 196.101,19;
  • Economizando R$ 75,00 por mês: você teria, em 12 meses, R$ 935, 47. Em 40 anos seriam R$ 294.151,78;
  • Economizando R$ 100,00 por mês: você teria, em 12 meses, R$ 1247,30. Em 40 anos seriam R$ 392.202,38;
  • Economizando R$ 150,00 por mês: você teria, em 12 meses, R$ 1866,80. Em 40 anos seriam R$ 511.679,35.

Que tal? Vale a pena tentar salvar algum dinheiro no final do mês ou não vale? Por que não fazemos isso? Por preguiça e comodidade. Por isso é preciso atacar os vilões (cigarro, telefone, energia, higiene etc) e sair definitivamente da zona de conforto. Você não quer poder realizar seus sonhos? O que está esperando?

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários