Por que cuidar da saúde é financeiramente importante?O processo de educação financeira não se destina apenas a fazer você aprender a gerenciar melhor suas finanças pessoais. Ele vai muito além desse objetivo. Com mais instrução financeira, você acaba percebendo que existem coisas mais importantes com que se preocupar na vida que esse simples meio de troca chamado dinheiro. E uma dessas coisas mais relevantes é justamente a saúde. Mas por que cuidar da saúde é importante, sob a perspectiva financeira? Aqui estão alguns motivos básicos.

Porque ter saúde traz felicidade. Certo dia, estava ouvindo um programa de rádio em que era feita uma pesquisa na rua. Às pessoas era perguntado se dinheiro trazia felicidade. A surpresa? A maioria delas disse que não trazia. Então o repórter perguntou o que então trazia felicidade[bb]. Bingo! Elas respondiam que era ter saúde. Ora, se ter saúde traz felicidade, é óbvio que devemos então cuidar tanto da saúde quanto do dinheiro, ou até mais do bem-estar que desse último.

Porque ter saúde lhe permite ser mais produtivo. Lembre da última vez em que você ficou com enxaqueca, dor de cabeça ou doente. Lembrou? Agora, lembre-se de alguma coisa produtiva que você tenha feito durante esse período. Pois é, se você estava doente: ou você não trabalhou e, portanto, deixou de adicionar valor à empresa, órgão ou negócio em que você trabalha ou você trabalhou, mas não da mesma forma com que se estivesse em perfeitas condições de saúde.

Daí a seguinte conclusão: com saúde, você consegue fazer muito mais coisas, entregando melhores resultados. E fazendo coisas maiores e melhores, ou seja, sendo mais produtivo, você consegue ganhos financeiros maiores. Saúde não traz só felicidade: traz dinheiro também.

Porque ter saúde lhe permite ter mais tempo. Ok, é impossível transformar duas horas em quatro horas apenas pelo simples fato de ter saúde. Mas estar fisicamente e mentalmente bem evita que você tenha que dormir mais para se recuperar de alguma doença (pois dormir é um “santo remédio”), diminui as probabilidades de você ter que ficar internado em clínicas e hospitais, diminui as chances de ter que fazer tratamentos médicos longos e dispendiosos e por ai vai.

Enfim, lhe permite ganhos extras de dias, a fim de que você possa aproveitar melhor a vida. Fora o tempo que você geralmente gasta só esperando na fila ou na sala de espera, lendo aquelas revistas de fofocas velhas, do ano passado. Esse tempo de espera também é eliminado ou diminuído quando você tem mais saúde.

Porque ter saúde lhe permite fazer escolhas de consumo mais conscientes. Quando eu falo de saúde, não estou me referindo apenas ao bem-estar físico. Também estou me referindo ao bem-estar mental. Pois a grande doença do século XXI, aquela que pode causar efeitos mais danosos, inclusive ao corpo, é a depressão[bb]. Pessoas doentes não têm apenas seu sistema imunológico prejudicado: é a cabeça que também não funciona direito.

Em situações assim, as pessoas acabam fazendo compras de produtos e serviços errados, em horas erradas e por motivos errados. Diz-se por aí que pessoas deprimidas acabam “afogando as mágoas” numa sessão de compras no shopping. É “batata”! Se você não se permitir cuidar melhor de sua saúde – entendida a saúde sob o aspecto global -, é o seu bolso que vai sofrer as piores consequências. Não seja vítima de seus próprios atos equivocados de consumo!

Dicas para ter mais saúde
Se ter saúde implica ter uma vida financeira positiva, aqui vão algumas dicas para aprimorar seu estado de saúde geral:

  • Respeite seu relógio biológico. Não adianta ter disciplina financeira se você não tem disciplina quanto aos horários em que vai para e sai da cama. Dormir bem é fundamental para que todas as funções metabólicas do organismo funcionem bem, fazendo seu estado geral de saúde melhorar;
  • Alimente-se bem. Faça a ingestão de alimentos que contribuam para o ganho de energia necessário para as atividades que requerem concentração física e intelectual. Não adianta ter todo o tempo do mundo se você não estiver com reservas de energia suficientes para serem “queimadas” em suas atividades cotidianas. Ter uma dieta equilibrada é fundamental para conseguir ser produtivo e também ter um descanso de qualidade;
  • Faça exercícios físicos. Seja em simples caminhadas no parque, seja em aulas na sua academia favorita, praticar uma atividade física é essencial para que você tenha disposição suficiente para enfrentar as diversas demandas que ocorrem no dia-a-dia. Lembre-se de que o corpo humano precisa de movimento: é uma necessidade inata de nossa espécie. Saia da inércia e do sedentarismo[bb] que prejudicam tanto nosso coração e nossa alegria de viver;
  • Cultive relacionamentos sociais. Uma das melhores formas de manter a saúde em níveis ótimos é manter uma rede de amigos com quem se pode contar. Sair com amigos pode funcionar como uma vacina que reforça seu sistema imunológico psíquico, ajudando a prevenir doenças e, portanto, prolongando e fortalecendo sua saúde e autoestima.

Em suma, preze e lute pela qualidade de vida de toda a sua família. Respeite seus limites financeiros e também de saúde. Invista mais e melhor na construção de um legado, mas de forma que você possa aproveitá-lo com saúde, disposição e energia. Até a próxima.

Crédito da foto para freedigitalphotos.net.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários