Home Comprar ou Vender Por que investir na ação da CPFL nesta semana

Por que investir na ação da CPFL nesta semana

Segundo a Guide Investimentos, a queda nas ações nos últimos dias foi exagerada e é possível um repique no curto prazo

por Gustavo Kahil
0 comentário

As ações da CPFL (CPFE3) entraram na carteira recomendada semanal da Guide Investimentos para esta semana, revela um relatório enviado a clientes.

Segundo os analistas Fernando Siqueira e Mateus Haag, a queda nas ações da CPFL nos últimos dias foi exagerada e é possível um repique no curto prazo.

A companhia atua nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais, que são considerados importantes polos econômicos e industriais do País. 

“Além disso, a CPFL é uma ação mais defensiva, o que deixa a carteira semanal mais protegida caso a correção no mercado local continue nas próximas semanas”, pontuam.

Para dar espaço para a companhia, a Guide optou pela retirada das units do BTG Pactual (BPAC11), “apesar de ainda vermos potencial nas ações do BTG”.

Veja a carteira e recomendações

Fonte: Guide Investimentos

Ecorodovias (ECOR3)

A EcoRodovias é uma das principais companhias de infraestrutura do Brasil, com cerca de 4 mil colaboradores, 10 concessões rodoviárias e um terminal portuário com atuação em oito estados. Seu modelo de negócio basea-se em expandir a atuação na área de concessões rodoviárias no Brasil, maximizando a eficiência operacional e o retorno sobre o capital investido

BRF (BRFS3)

A BRF é uma das maiores produtoras de proteína animal in natura e congelados e representa o agronegócio na carteira. O foco da companhia é voltado na criação, produção e abate de aves e suínos, industrialização, comercialização e distribuição de carnes in natura, produtos processados, massas, vegetais congelados e derivados da soja. A companhia é proprietária de marcas como Sadia, Perdigão, Qualy, Perdix, Confidence e Hilal.

Vale (VALE3)

A Vale é uma das maiores empresas mineradoras do mundo. Produz e comercializa minério de ferro, níquel, pelotas, minério de manganês, ferroligas, carvão cobre e outros metais. A companhia está envolvida em projetos de exploração mineral greenfield em seis países e opera um sistema de logística no Brasil e no mundo integrados a suas operações de mineração, permitindo assim entrega de seus produtos em diversos países. A companhia também investe nos setores de siderurgia e energia diretamente ou através de suas joint ventures. A companhia, além de ser uma das maiores mineradoras do mundo, apresenta uma diversificação de operações de minério de ferro no Brasil em três sistemas (Norte, Sudeste e Sul) que possuem capacidade de transporte e remessa própria.

CPFL (CPFE3)

CPFL Energia consiste em uma holding que, por meio de suas subsidiárias, distribui, gera e comercializa energia elétrica no Brasil, assim como provê serviços relacionados ao setor elétrico. A companhia atua nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais, que são considerados importantes polos econômicos e industriais do País. A empresa continua de olho em oportunidades de crescimento em outras frentes, embora esteja bastante concentrada, no momento, na integração dos ativos da transmissora CEEE-T, adquirida em meados deste ano.

BB Seguridade (BBSE3)

A BB Seguridade, também na carteira, é uma holding que concentra seus investimentos nos segmentos de seguros, previdência aberta, capitalização e planos de assistência odontológica por meio de parcerias privadas em sociedades mantidas por sua subsidiária integral, a BB Seguros Participações S.A. A companhia atua ainda na distribuição desses produtos por intermédio da BB Corretora de Seguros e Administradora de Bens S.A. O Banco do Brasil, acionista controlador da BB Seguridade, é um importante agente do desenvolvimento econômico e social para o Brasil, que busca, através de seu objeto social, impulsionar a economia e o crescimento do país, atuando em apoio à administração pública na promoção de melhoria nos mais diversos setores.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.