Por que o Ibovespa está tão estranho? Oportunidade para o investidor?O mercado de ações passa por um momento delicado em 2013. Na última semana, os resultados negativos permaneceram. Ainda que a sexta-feira tenha trazido valorização positiva de 0,97%, a semana de 18 a 22 fechou com queda de 2,08% do índice Ibovespa.

O mercado de ações continua sendo atingido por fatores externos e internos. Por aqui, as desconfianças do mercado são inúmeras: inflação em alta, câmbio que flutua dentro de uma faixa desejada pelo governo e a possibilidade do Banco Central subir a taxa básica de juros são aspectos que influenciam os humores do mercado.

Além disso, a política de intervenção do governo federal em algumas empresas, somada aos resultados negativos da Petrobras, até pouco tempo nossa mais valiosa empresa, trouxeram também grande frustração ao mercado. A julgar pelo preço das ações, a famosa blue chip se tornou o “patinho feio” entre as petroleiras no mundo.

No cenário externo, a reunião do Fomc (Federal Open Market Committe) também trouxe mais preocupações ao mercado. O Federal Reserve, banco central dos EUA, revelou que considera uma revisão do programa de US$ 85 bilhões em compras de ativos mensais, revelando ainda que alguns membros da autoridade monetária norte-americana analisam encerrar o programa antes que ele alcance o objetivo inicial, a melhoria substancial no mercado de trabalho.

Confira abaixo as maiores altas de papéis que compõem o índice Ibovespa nesta sexta-feira, 22/02/2013:

Maiores altas do Ibovespa

Confira também as maiores baixas de papéis que compõem o índice Ibovespa nesta sexta-feira, 22/02/2013:

Maiores baixas do Ibovespa

Vale lembrar que o mercado de ações é um mercado onde a volatilidade (o “sobe e desce”) e o risco estão sempre presentes. Você pode e deve buscar mais informações sobre estratégias, técnicas e oportunidades para investir de forma consciente.

Outro ponto importante, bastante “manjado”, mas nem sempre colocado em prática por quem começa a investir é o mandamento principal dos investidores: comprar na baixa e vender na alta. Será que os recentes movimentos e preços não representam, no fundo, uma oportunidade para quem pensa no futuro? Vale acompanhar. Até a próxima.

Foto de freedigitalphotos.net.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários