dinheirama-post-monicaMuitos brasileiros depositam dinheiro na poupança como forma de planejar o futuro. De uns tempos pra cá, aqueles que o fazem com mais afinco costumam recorrer à “poupança programada”. Por meio dela, é possível debitar um valor da conta-corrente para a poupança de maneira automática. Assim, o cliente não tem o trabalho de dirigir-se aos canais de atendimento todo santo mês. No entanto, é fundamental que ele mantenha as contas em dia para sobrar o valor mensal programado.

Você sabe que pensar no futuro é indispensável, mas para isso é fundamental se organizar e planejar com afinco os seus gastos. Muitas vezes para conseguir melhores resultados e priorizar o futuro será necessário reduzir o padrão de vida. É uma decisão difícil, abrir mão do agora pelo futuro, mas fazendo as escolhas certas e lidando bem com possíveis frustrações garantimos agora qualidade de vida lá na frente, simples assim.

Nos últimos anos acompanhamos de perto a economia do Brasil e nos deparamos com inflação em alta e para combater o dragão da inflação o Banco Central adotou um ciclo de aumentos nas taxa básica de juros, a Selic. A maioria dos analistas concorda que o aumento dos juros é um remédio amargo mais necessário.

Acontece que com a taxa Selic a 10,5% neste início de 2014, a poupança garante rendimento de 0,5% ao mês mais a TR (Taxa Referencial). Portanto, sinto informar que ela não é o melhor investimento do momento! Durante boa dos últimos meses quem investiu em caderneta de poupança viu sua aplicação perder para inflação oficial (IPCA) e perdeu a oportunidade de investir em produtos tão seguros e com rentabilidades melhores.

Então qual seria exatamente um “bom investimento”?

Um bom investimento é todo aquele dinheiro que você aplica agora e que no futuro vai render mais do que a inflação. O Tesouro Direto, por exemplo, é uma opção de investimento em renda fixa pra quem busca uma rentabilidade mais competitiva que a poupança sem abrir mão de segurança. Por meio dele é possível comprar títulos públicos do governo recebendo em troca juros todo mês.

A rentabilidade aproximada desses títulos depende do período investido: a NTN-F com vencimento em 01/01/23, por exemplo, paga rendimentos pré-fixados em 12,97%, enquanto a NTN-B Principal com vencimento em 15/05/2035 (se somado a inflação de 5,91% de 2013 mais juros de 6,78%), pagará no final da vida útil do título 12,69%.

É importante salientar que todos esses rendimentos são maiores que o da caderneta de  poupança (aproximadamente 6%) e também do CDI (10,27%).

Então que tal programar investimentos em Tesouro Direto?

Ao pensar nas pessoas que querem começar a investir, mas que não têm tempo ou experiência suficientes que nós da corretora Rico criamos o Investimento Programado. Com ele, todos podem  aplicar em Tesouro Direto de forma rápida e simples. É só autorizar o débito no seu banco uma vez só e pronto. Não é preciso ter disciplina e conhecimento pra acompanhar o mercado financeiro, nossos especialistas cuidam de tudo pra você! Inclusive, selecionam as melhores opções de investimento de acordo com seu perfil.

A grande vantagem do Investimento Programado é que apesar de ser um serviço automático, você pode cancelar a qualquer momento sem custo adicional.

Preparei um vídeo bem rápido falando um pouco mais sobre como é simples aderir ao investimento programado:

Lembre-se o futuro chega rápido e as escolhas que você realiza todos os dias terão alto impacto em sua qualidade de vida no futuro.

Até a próxima.

Foto Shutterstock. Nest Full of Money for Savings.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários