Home Economia e Política Preço do diesel sobe quase 1% nos postos, aponta Ticket Log

Preço do diesel sobe quase 1% nos postos, aponta Ticket Log

O diesel S-10, o mais consumido no país, havia registrado queda de 1,5% nas bombas em julho

por Reuters
0 comentário

O preço do diesel S-10 acumulou alta de quase 1% no primeiro decêndio de agosto nos postos brasileiros, para uma média de 5,17 reais o litro, invertendo uma tendência de queda recente, apontou nesta sexta-feira o Índice de Preços Ticket Log (IPTL)

O diesel S-10, o mais consumido no país, havia registrado queda de 1,5% nas bombas em julho, segundo o IPTL, que levanta a informação com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, marca da Edenred Brasil.

Já o diesel comum foi comercializado 5,05 reais o litro, com aumento de 0,60% quando comparado a julho.

“Depois de reduções identificadas nos últimos meses e desaceleração no recuo dos preços identificada em julho, o preço médio do litro do diesel ficou mais caro para os motoristas brasileiros no início de agosto, reflexo da movimentação de mercado de oferta e demanda crescente pelo combustível”, comentou o diretor-geral de Mobilidade da Edenred Brasil, Douglas Pina.

“Por esse motivo, tivemos um leve aumento no diesel comum e S-10, de 0,03 e de 0,05 real, sucessivamente.”

A alta acontece em momento em que o mercado se preocupa com eventuais restrições de oferta, já que a Petrobras, principal supridora do produto, tem mantido o preço do seu diesel nas refinarias, enquanto importadores veem pouca atratividade para compras de um combustível mais caro exterior. O Brasil importa grandes volumes de derivados de petróleo.

Contudo, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, afirmou nesta sexta-feira que não há risco de desabastecimento de combustíveis no Brasil, ao comentar sobre a defasagem dos preços atuais praticados pela Petrobras.

Na análise regional, segundo o levantamento da Ticket Log, apenas o Centro-Oeste e o Sudeste registraram redução no preço do litro do diesel comum no primeiro decêndio, de 0,59% e de 0,40%, respectivamente.

Ainda assim, o preço médio mais baixo para o tipo comum e o S-10 foram encontrados na região Sul, a 4,95 e 5,00 reais.

Os aumentos mais expressivos para os dois tipos foram identificados no Nordeste, onde o comum ficou 2,95% mais caro e fechou a 5,23 reais, e o S-10 aumentou 2,75% e foi comercializado a 5,24 reais/litro.

Entre os destaques de alta no Brasil, segundo o levantamento a Bahia liderou com o maior avanço para o diesel S-10, de 5,84%, que fechou a 5,44 reais/litro. O Estado é atendido pela refinaria de Mataripe, uma grande unidade de refino privada.

A maioria dos outros Estados brasileiros é atendida por produto da Petrobras ou importado.

O litro do diesel mais barato foi encontrado nas bombas de Pernambuco, a 4,97 real/litro, acrescentou a Ticket Log.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.