Prejuízos 2008: até Warren Buffett entrou na dançaConfesso que mesmo trabalhando diariamente com números, tenho certa dificuldade em interpretar e aceitar certos acontecimentos econômicos/financeiros. Não trata-se de deficiência técnica, mas do susto ao contemplar drásticas mudanças nos rumos de empresas e governos. O final de fevereiro e o mês de março são épocas sempre muito aguardadas pelo mercado[bb], já que concentram boa parte das divulgações dos balanços completos do ano anterior. Pois é, como você já sabe, 2008 foi um ano aterrorizante para a economia e para diversas companhias. Mas, em números, quão terrível foi o período?

As pequenas notas sobre os balanços lá de fora dão a dimensão do estrago. Por exemplo, o caderno “Dinheiro” da Folha de S. Paulo de hoje (03/03/2009) traz alguns dados relevantes:

  • As Bolsas de Valores mundiais perderam US$ 15,5 trilhões (a soma dos PIBs dos EUA e do Brasil) entre janeiro de 2008 e janeiro de 2009, segundo a Standard & Poors;
  • Só em janeiro deste ano, as perdas globais das Bolsas atingiu US$ 1,85 trilhão – mais que o PIB brasileiro, que foi de US$ 1,31 trilhão em 2007;
  • A seguradora American International Group (AIG) anunciou prejuízo de US$ 61,7 bilhões no último trimestre de 2008 – o maior registrado por uma empresa na história dos Estados Unidos. Por conta disso, o governo Obama confirmou que investirá mais US$ 30 bilhões na empresa;
  • A Fannie Mae, um dos grandes players nas hipotecas norte-americanas, teve prejuízo de US$ 58,7 bilhões em 2008;
  • A GM apresentou prejuízos em 2007 e em 2008. US$ 43,3 bilhões e US$ 30,9 bilhões, respectivamente;
  • O Citigroup, ícone do capitalismo moderno, registrou prejuízo de US$ 27,7 bilhões em 2008 e vê o governo se tornando seu controlador.

Até tu Brutus?
Warren Buffett, quem diria, admitiu erros e viu o lucro da Berkshire Hathaway despencar 96% no quarto trimestre de 2008. No ano passado inteiro, o fundo registrou queda de 62% nos lucros. Ficou assim: lucro total de US$ 4,99 bilhões (US$ 3,22 por ação) em 2008 contra US$ 13,21 bilhões (US$ 8,54 por ação) em 2007 – lucro expressivo e positivo, é claro, mas com uma diferença de US$ 7,5 bilhões. Convenhamos, é muita grana! Bem-vindo à crise Mr. Buffett.

Em carta que circulou recentemente junto aos acionistas, Buffett[bb] assumiu e detalhou muitos de seus erros. Lamentou, por exemplo, ter gasto US$ 244 milhões em ações de dois bancos irlandeses (porque os considerava muito baratos). Ao fim de 2008, depois de 89% de perda, decidiu cair fora. Admitiu também que a decisão de vender algumas ações (Johnson & Johnson, Procter & Gamble e outras) para aumentar as participações na General Electric (GE) e Goldman Sachs não foi tão inteligente.

O portal InfoMoney escreveu um interessante artigo comentando as lições da crise a partir dos relatos do megainvestidor Warren Buffett. O texto, entitulado “Nas entrelinhas, o recado deixado por Buffett além de seus erros e acertos”, expressa como é importante manter a disciplina e tomar decisões de forma coerente e depois de muita informação e investigação. Vale a leitura!

Portanto, antes de reclamar do desempenho de seus investimentos[bb], preste atenção no que ocorre ao seu redor. A realidade, acredite se quiser, pode ser muito mais cruel do que parece – talvez não aqui. Ora, gigantes do capitalismo presenciaram prejuízos recordes. E se até Warren Buffett viu seus investimentos sofrerem um queda de 62% só em 2008, por que reclamar dos seus 30% ou 40% perdidos ano passado? Neste ponto, a crise é democrática – e parece “gostar” do Brasil. Calma, muita calma!

Promoção Revista InvestMais
João Guilherme
, um dos editores da Revista InvestMais, é meu amigo e no final de semana me enviou um e-mail falando de sua nova promoção. Gosto bastante da publicação – que aborda o mercado de ações sob a ótica do pequeno e médio investidor – e acho que o artigo não poderia ser mais oportuno para sua divulgação. Assim, publico a chamada para uma promoção que pode presentear-lhe com uma assinatura da InvestMais. A idéia é despertar o leitor para o tema e oferecer 3 meses grátis da revista para os que se cadastrarem no site da promoção. Mas o número de registros parece ser limitado. Corra e garanta seus exemplares (clique aqui)!

bb_bid = “74”;
bb_lang = “pt-BR”;
bb_name = “fixedlist”;
bb_keywords = “warren buffet,terapia financeira,investir dinheiro,bolsa de valores,mercado de ações,cerbasi”;
bb_width = “600px”;
bb_limit = “6”;

Crédito da foto para stock.xchng.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários