Home Economia e Política Presidente chinês participará de reunião do Brics na África do Sul

Presidente chinês participará de reunião do Brics na África do Sul

O presidente russo, Vladimir Putin, que enfrenta um mandado de prisão internacional por supostos crimes de guerra na Ucrânia, fará videochamada em vez de comparecer pessoalmente

por Reuters
3 min leitura

O presidente da China, Xi Jinping, participará da reunião dos líderes do Brics e visitará a África do Sul de 21 a 24 de agosto, informou o Ministério das Relações Exteriores da China em comunicado nesta sexta-feira.

Líderes dos cinco países do Brics, Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, se reúnem em Johanesburgo na próxima semana, a partir de 22 de agosto, para discutir como transformar um grupo de nações que representam um quarto da economia global em uma força geopolítica que pode desafiar o domínio do Ocidente nos assuntos mundiais.

O presidente russo, Vladimir Putin, que enfrenta um mandado de prisão internacional por supostos crimes de guerra na Ucrânia, fará videochamada em vez de comparecer pessoalmente.

Espera-se que a expansão esteja no alto da agenda, já que cerca de 40 países demonstraram interesse em aderir, formal ou informalmente, de acordo com a África do Sul, incluindo Arábia Saudita, Argentina e Egito.

A China, buscando expandir sua influência geopolítica em uma disputa com os Estados Unidos, disse que “saúda que mais parceiros com ideias semelhantes se juntem à ´família Brics´ em uma data próxima”.

A Rússia também apoia a expansão, enquanto o Brasil resiste, temendo uma diluição da influência do bloco. A Índia está em cima do muro.

Além de participar da reunião do Brics, Xi também vai copresidir o Diálogo de Líderes China-África com seu homólogo sul-africano, Cyril Ramaphosa, informou o Ministério das Relações Exteriores da China.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.