Home Economia e Política Presidente do Fed de Boston prevê 2 cortes nos juros este ano

Presidente do Fed de Boston prevê 2 cortes nos juros este ano

"Ainda espero que vejamos alguma desaceleração da demanda começar e continuar em 2024, e isso ajudará a reduzir a inflação no final do ano", disse Collins

por Reuters
0 comentário

A presidente do Federal Reserve de Boston, Susan Collins, tem em vista dois cortes na taxa de juros este ano, em meio às expectativas de que ainda pode levar algum tempo para que a inflação volte aos níveis almejados.

“Ainda espero que vejamos alguma desaceleração da demanda começar e continuar em 2024, e isso ajudará a reduzir a inflação no final do ano”, disse Collins em uma entrevista à Reuters na quinta-feira.

Suas falas foram feitas após um discurso em que ela disse que o Fed provavelmente reduzirá sua taxa de juros em algum momento deste ano, mas que as incertezas e os riscos em relação à inflação significam que o Fed precisa tomar um tempo antes de fazer isso. A força do mercado de trabalho e da economia em geral dá tempo para essa paciência, disse ela.

Com relação ao número de cortes nos juros que o banco central provavelmente realizará, Collins disse à Reuters que estava “na faixa de dois”, referindo-se à previsão trimestral que ela apresentou para a reunião do Fed em março.

A mediana das estimativas entre as projeções das autoridades divulgadas tanto em março quanto em dezembro era de três cortes, totalizando 75 pontos-base em 2024, um valor que Collins havia dito em uma entrevista à SiriusXM Radio em fevereiro que era “semelhante” à sua expectativa básica.

Quanto ao momento em que o Fed começará a cortar os juros, “os dados continuam voláteis e com ruídos, e há muitas incertezas”, disse Collins. “Não temos uma bola de cristal em termos de como as coisas vão se desenrolar” e isso significa que não é possível dizer quando o Fed reduzirá sua meta para a taxa de juros.

Collins foi entrevistada em um momento em que os dados de inflação do início do ano mostraram que, após o rápido declínio das pressões dos preços no ano passado, percorrer a distância final em direção à meta de 2% está se mostrando mais desafiador. Na reunião de política monetária do Fed em março, as autoridades mantiveram a taxa de juros entre 5,25% e 5,5%, onde está desde julho.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.