Home Economia e Política Presidente do Fed de Cleveland busca sinais de baixa na inflação

Presidente do Fed de Cleveland busca sinais de baixa na inflação

Mester afirmou que a falta de progresso na redução da inflação tem sido "decepcionante" e disse acreditar agora que "levará mais tempo para atingir nossa meta de 2% do que eu pensava anteriormente"

por Reuters
0 comentário

A presidente do Federal Reserve de Cleveland, Loretta Mester, disse nesta quinta-feira que a manutenção da política monetária do banco central dos Estados Unidos nos níveis atuais ajudará a fazer com que a inflação, ainda elevada, volte à meta de 2%.

“A política monetária está bem posicionada para a gestão de riscos à medida que reunimos mais evidências sobre como a economia está evoluindo”, disse Mester em reunião realizada pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico de Wayne, em Ohio.

“O cenário mais provável para a economia em geral e para a região é que a atual postura restritiva da política monetária continue a ajudar a moderar o crescimento e as condições do mercado de trabalho, e que essa moderação contribua para uma maior flexibilização das pressões sobre os preços”, disse Mester.

Ela acrescentou que espera “progresso na inflação ao longo do tempo, mas em um ritmo mais lento do que vimos no ano passado”.

Mester disse que os riscos para a inflação aumentaram, enquanto os riscos para níveis de crescimento e contratação mais fracos diminuíram, o que significa que, em uma economia forte, o Fed tem espaço para procurar mais evidências de que a inflação está voltando para a meta antes de reduzir a taxa básica.

Mester afirmou que a falta de progresso na redução da inflação tem sido “decepcionante” e disse acreditar agora que “levará mais tempo para atingir nossa meta de 2% do que eu pensava anteriormente”. Ela também disse que dados mais brandos sobre a inflação do consumidor em abril foram bem-vindos.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.