O que você pensa sobre os planos de previdência privada oferecidos pelos bancos? Você possui algum?

Estivemos conversando sobre o assunto com nossos parceiros de conteúdo da Empiricus. Existem casos específicos, onde esses planos podem sim ser interessantes para os clientes, porém, os bancos costumam oferecer esses planos para todos os clientes, com um discurso de que estes produtos são bons para todas as pessoas. Será?

A questão da previdência no Brasil é um assunto sério, pois há grandes riscos de que nos anos futuros, o sistema público previdenciário não consiga mais realizar pagamentos justos e coerentes com o que foi contribuído pelo cidadão ao longo de sua vida.

O problema é que os bancos usam essa informação, que é verdadeira, mas não explicam detalhes importantes, que dizem respeito às taxas que o cliente precisa pagar durante a participação nos planos de previdência privada oferecidos por eles.

Faria diferença investir quantidades maiores ou menores de dinheiro para aliviar tais tarifas? E nos casos onde esses planos não são interessantes, quais seriam as opções?

A Empiricus terminou por montar um relatório que fala sobre este e vários outros produtos que os bancos costumam oferecer para seus clientes, e que podem conter “pegadinhas”, tornando-os ótimos para os bancos, mas não tão bom assim para você.

Para acessar este relatório, que é gratuito, clique aqui para ser encaminhado para o site da Empiricus, onde há mais detalhes sobre o tema.

Quanto mais educado financeiramente você for, mais apto você estará para cuidar bem do seu patrimônio. Desejamos que você enriqueça!

Até a próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto “retirement”, Shutterstock.

Criando Riqueza
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários