Previsões econômicas para 2010O ano de 2010 tem tudo para ser extremamente peculiar. Um ano com eventos importantes e que mexerão com o dia a dia das pessoas. Quando falamos em economia, sabemos que existem diversas previsões, algumas mais otimistas e outras nem tanto. O fato é que nunca na história desse país os fundamentos econômicos estiveram com saldo tão positivo e promissor.

Então, o que esperar de 2010?
Acredito que o fluxo de capital no próximo ano continuará alto, forçando ainda mais o câmbio. Produtos importados terão ainda mais espaço e, de certa forma, essa tendência ajudará o controle inflacionário, pois obrigará os produtores nacionais a manter o preço para não perder a competitividade.

A expectativa sobre o desemprego também é positiva. Entretanto, vale a pena ressaltar que as profissões que necessitam de especialização técnica terão uma forte demanda. A chamada mão de obra especializada ainda é um dos grandes problemas do Brasil. Aos leitores mais atentos, é importante aceitar que a educação continuada cada dia mais se torna um dos melhores investimentos[bb] para o futuro.

O mercado de capitais deve continuar com a tendência de alta, ainda que alguma correção surja no curto prazo (o que é bem razoável). É difícil prever até que ponto a Bolsa continuará crescendo, mas arrisco uma previsão: acredito que o Ibovespa possa chegar perto dos 80 mil pontos até o final de 2010. É apenas uma previsão, baseada nas leituras e estudos que tenho acompanhado.

A taxa Selic deve passar por momentos de elevação durante o ano que vem. Não por problemas do próprio ano, mas sim olhando o horizonte de 2011. Os economistas temem que a inflação comece a demonstrar suas garras e, como sempre nesses momentos, a principal arma do Banco Central (BC) é a elevação dos juros na tentativa de conter o consumo, elevando o custo do capital.

2010, ano de eleições.
Vale lembrar que teremos eleições presidenciais e, por mais que se justificasse uma elevação nos juros, uma notícia como essa pode desgastar a candidatura do governo. Aí está a grande dúvida do mercado: será que o governo vai querer arcar com esse ônus? Ou será que toda a desoneração e os incentivos para o consumo ainda em vigor são justamente para aliviar a situação e fazer os eleitores olharem o governo com outros olhos?

De toda forma, é importante destacar que o BC teve uma conduta muito elogiada durante os piores momentos da crise, o que resultou, para os investidores[bb] do mundo todo, em muita confiança no Brasil. Somos vistos com mais respeito e como um pais onde o investimento pode dar certo, muito certo.

Um Brasil global!
Em 2010 devemos continuar vendo a formação de grandes grupos brasileiros, resultantes de fusões e aquisições. Essas empresas terão elevado faturamento, equipes competentes e provavelmente terão poder de fogo mundial. Mais do que nunca, o Brasil e suas empresas se tornarão players de grande destaque no cenário internacional.

Sucesso significa cautela e reflexão.
Se o ano será de bonança, mais do que nunca o brasileiro deve analisar com cautela os próximos passos. Em momentos de euforia é natural a tentação de entrar de cabeça em negócios mirabolantes e compras sem planejamento. Pare, respire e pense duas vezes antes de desperdiçar potencial financeiro. Agora é sem dúvidas o melhor momento para poupar, investir[bb] e pensar o futuro.

A Previdência oficial aumentará ainda mais seu déficit e o governo, mais cedo ou mais tarde, se verá obrigado a realizar uma nova reforma diminuindo ainda mais os chamados “direitos” dos aposentados – esse caminho não tem volta. Por isso, quando tudo vai bem é também a hora certa de reservar parte dos seus ganhos para o futuro e para os momentos de emergência.

Essas são minhas previsões para 2010. Espero, de coração, que o brasileiro possa, ao final desse novo ciclo, ter usufruído dos bons ventos que sopram no país, descobrindo que “quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. Ótimo 2010 para todos. Sucesso.

Este post participa da blogagem coletiva relacionada às previsões e desejos da blogosfera para o ano de 2010. Confira os artigos dos blogs colegas abaixo e informe-se sobre o que pensam os demais amigos da Internet:

Almanaque do Bem (Fabio Camatari)“Previsões do bem” para 2010
Gestão Feminina (Re Alves e Laryssa Martins)O que queremos para 2010
Administrando.biz (Claudinei Costa)Os Meus Objetivos para 2010
Blog Saia do Lugar (Millor Machado)2010: O ano em que a gestão vai para as nuvens
Blog do Beto Veiga (Humberto Veiga)Postagem que gostaria de fazer em 2010
MacMinds (Gino Olivato)iTablet: Uma tecnologia para viver em 2010!
Sobre Administração (Gustavo Periard)Desejo de grandes mudanças para 2010
Sucesso News (Vinícius Mont Serrat)Bola de Cristal 2010 – 5 previsões certeiras para o Ano Novo
Receita do Sucesso (Pedro Cardoso)O que eu quero em 2010: tecnologia
Admit (Estêvão Soares)Previsões para 2010 – Conheça o seu futuro
Escorpião no Bolso (Aécio Santos)Previsões 2010 do Escorpião no Bolso
Empreendedorismo do Bem (Horacio Poblete)Imagine o futuro, antecipe-se e influencie
Saia do Lugar (Luiz Piovesana)Em 2010 o bom atendimento vai reinar
Quero Ficar Rico (César França)Quero Continuar Ficando Rico – Previsões para 2010 (Parte 1)
Quero Ficar Rico (Rafael Seabra)Quero Continuar Ficando Rico – Previsões para 2010 (Parte 2)
Produzindo.net (Talita James)Algumas promessas para o Ano Novo
Chapa Branca (Hélio Teixeira)Desejos e “previsões” para 2010
Papo Econômico (Evelin Ribeiro)Os sonhos do Papo Econômico para 2010

Crédito da foto para stock.xchng.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários