Viver de Renda
Home Agronegócio Produção de açúcar da Índia no início da temporada cai com atraso das usinas, diz órgão comercial

Produção de açúcar da Índia no início da temporada cai com atraso das usinas, diz órgão comercial

A menor produção de açúcar pode levar o segundo maior produtor mundial do adoçante a não alocar cotas de exportação e apoiar os preços globais que estão sendo negociados perto de máximas de vários anos

por Reuters
0 comentário
Açúcar

As usinas da Índia produziram 4,32 milhões de toneladas de açúcar desde o início da atual temporada, em 1º de outubro, uma queda de 10,7% em relação ao ano anterior, já que as usinas de dois estados importantes iniciaram suas operações mais tarde do que o normal, informou um importante órgão comercial nesta sexta-feira.

A menor produção de açúcar pode levar o segundo maior produtor mundial do adoçante a não alocar cotas de exportação e apoiar os preços globais que estão sendo negociados perto de máximas de vários anos.

O início da moagem de cana-de-açúcar no estado ocidental de Maharashtra e no vizinho Karnataka foi adiado para 1º de novembro devido a uma disputa com os agricultores sobre os preços, disse Jaiprakash Dandegaonkar, presidente da Federação Nacional das Fábricas Cooperativas de Açúcar (NFCSF, na sigla em inglês).

As usinas do estado de Uttar Pradesh, no norte do país, iniciaram suas operações no início deste ano, disse ele.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.