Home Mercados Produção de petróleo dos EUA aumenta em março

Produção de petróleo dos EUA aumenta em março

Os volumes de petróleo bruto do Texas, o principal Estado produtor, subiram 0,7%, para 5,6 milhões de bpd em março

por Reuters
0 comentário

A produção de petróleo bruto dos Estados Unidos aumentou em março, atingindo seu nível mais alto este ano, enquanto o fornecimento de produtos refinados caiu, mostraram dados da Administração de Informações sobre Energia nesta sexta-feira.

A produção de petróleo bruto cresceu 0,6%, para 13,2 milhões de barris por dia (bpd) em março, o maior valor desde dezembro.

Os volumes de petróleo bruto do Texas, o principal Estado produtor, subiram 0,7%, para 5,6 milhões de bpd em março, o maior nível desde dezembro.

A produção no Novo México, o segundo maior produtor, cresceu 1,6%, para 2 milhões de bpd, atingindo o valor mais alto já registrado pelo segundo mês consecutivo.

A produção de petróleo bruto em Dakota do Norte, no entanto, caiu 2,7%, para 1,2 milhão de bpd, atingindo uma mínima desde janeiro.

Enquanto isso, o fornecimento de produtos refinados, um indicador da demanda, caiu 0,4%, para 19,9 milhões de bpd.

O fornecimento de gasolina acabada para motores aumentou 3,3%, para 8,9 milhões de bpd.

A produção bruta de gás natural nos 48 Estados contíguos dos EUA caiu cerca de 3,0 bilhões de pés cúbicos por dia (bcfd), para 114,7 bcfd em março, ante 117,6 bcfd em fevereiro, de acordo com o relatório mensal de produção 914 da EIA.

Isso se compara a um recorde mensal de 118,2 bcfd em dezembro.

Nos principais Estados produtores de gás, a produção mensal em março se manteve estável no Texas, em 34,6 bcfd, e caiu 9,0% na Pensilvânia, para 19,4 bcfd.

Isso se compara aos recordes mensais de 35,0 bcfd no Texas em dezembro de 2023 e 21,9 bcfd na Pensilvânia em dezembro de 2021.

Dinheirama

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.