Home Economia e Política Putin diz que guerra dos EUA contra Rússia e China é absurda

Putin diz que guerra dos EUA contra Rússia e China é absurda

Putin, que visitará a China nesta semana, afirmou que os EUA alimentaram tensões com Pequim ao estabelecer a aliança de defesa AUKUS

por Reuters
0 comentário

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse neste domingo que as sugestões de que os Estados Unidos deveriam se preparar para uma guerra contra a Rússia e a China eram “absurdas”, e alertou o Ocidente de que qualquer conflito armado contra os russos seria em um nível totalmente diferente daquele visto na Ucrânia.

Um painel bipartidário nomeado pelo Congresso norte-americano disse na quinta-feira que Washington precisa se preparar para eventuais guerras simultâneas contra Moscou e Pequim, expandindo suas forças convencionais, fortalecendo alianças e melhorando seu programa de modernização de armas nucleares.

Putin, que visitará a China nesta semana, afirmou que os EUA alimentaram tensões com Pequim ao estabelecer a aliança de defesa AUKUS, com a Austrália e o Reino Unido. Ele disse que russos e chineses não farão uma aliança militar.

Putin afirmou ao repórter do Kremlin Pavel Zarubin, em vídeo publicado neste domingo, que ideias de uma guerra entre Rússia e EUA eram insalubres, mas que se as pessoas estão tornando esses pensamentos públicos, não tem como não preocupar os russos.

“Não acho que sejam pensamentos muito sãos na mente de pessoas sãs, porque dizer que os Estados Unidos estão se preparando para uma guerra contra a Rússia, bom todos estamos nos preparando para a guerra se seguimos o princípio antigo: se queremos paz, preparemo-nos para a guerra”, afirmou Putin em vídeo postado no Telegram.

“Mas queremos paz”, disse Putin rindo. “Além disso, lutar contra a Rússia e a China é absurdo. Não creio que seja sério. Eu acho que só estão assustando uns aos outros.”

O aprofundamento da parceria entre a China e a Rússia, maior potência nuclear do mundo, é um dos acontecimentos geopolíticos mais intrigantes dos últimos anos, e tem recebido a atenção do Ocidente.

(Imagem: Sputnik/Ramil Sitdikov/Kremlin via REUTERS)
(Imagem: Sputnik/Ramil Sitdikov/Kremlin via REUTERS)

Os EUA consideram a China o seu maior competidor, e a Rússia como sua maior ameaça de uma nação-Estado. O presidente norte-americano, Joe Biden, diz que este século será definido por uma disputa existencial entre autocracias e democracias.

Putin alertou de que uma guerra dos EUA contra a Rússia seria muito diferente daquela na Ucrânia, que o Kremlin chama de operação militar especial.

“Se eles quiserem lutar com a Rússia, seria uma guerra completamente diferente. Não estaríamos realizando uma operação militar especial”, afirmou Putin. “Olhe para o Oriente Médio. Aquilo é uma operação militar especial? Você consegue comparar?”

“Se falarmos sobre uma guerra entre grandes potências nucleares, seria uma história totalmente diferente. Não acho que as pessoas mentalmente sãs possam pensar sobre algo assim, mas se uma ideia eventualmente aparece, claro que nos fará ficar atentos”, acrescentou.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.