Home Comprar ou Vender Queda das ações da Rede D’Or foi exagerada, alerta Santander

Queda das ações da Rede D’Or foi exagerada, alerta Santander

A Unimed Nacional irá suspender, a partir de 4 de março, o atendimento médico de diversos produtos de planos de saúde em 37 hospitais

por Gustavo Kahil
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Facebook/Rede D'or)

A queda de 5,2% das ações da Rede D’or (RDOR3) na quarta-feira (14) foi exagerada, avalia o Santander em um relatório divulgada a clientes nesta quinta-feira (15).

Segundo os analistas Caio Moscardini, Karoline Correia e Guilherme Gripp, o desempenho esteve relacionado a um anúncio da Unimed Nacional (CNU).

A rede irá suspender, a partir de 4 de março, o atendimento médico de diversos produtos de planos de saúde em 37 hospitais no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Maranhão.

Conforme o Santander, a companhia possui 14 hospitais que enfrentam suspensão de contratos, mas o hospital suspenso no RJ está sendo substituído por outro hospital da empresa.

“A nossa análise de sensibilidade sugere que a queda das ações poderia ser exagerada, uma vez que esses contratos hospitalares precisariam representar 1,5% das receitas consolidadas para gerar um impacto negativo no lucro líquido de 5,3%”, explicam os analistas.

Segundo eles, este impacto parece elevado, especialmente considerando que a Rede D’Or não divulgou nenhum fato relevante comentando a nova rodada de suspensões de contratos hospitalares da CNU.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.