Se uma pessoa está frequentemente assistindo jornais e noticiários sobre os mais diversos problemas e tragédias do Brasil e do mundo, isso passa a se tornar a sua realidade e seu padrão sobre o mundo.

Se está frequentemente em contato e convívio com pessoas com os mais diferentes problemas, isso passa a se tornar sua realidade e seu padrão sobre o mundo.

Ao mesmo tempo que você vê, lê e ouve (frequentemente) histórias, ações, projetos e pessoas que fazem a diferença no mundo, isso passa a se tornar sua realidade e padrão sobre o mundo.

O mundo não está pior do que no passado, mas a sua realidade e o seu padrão sobre ele podem estar.

As duas realidades existem, sempre existiram e sempre vão existir. A diferença está em qual delas passa a se tornar a realidade e o padrão sobre o SEU mundo.

Como a mídia tradicional normalmente mostra apenas um dos lados da realidade, este passa a se tornar o padrão da maioria das pessoas, porque elas passam a maior parte de seus dias consumindo essas mídias. Automaticamente esta realidade aparenta ser muito maior (mesmo não sendo), apenas por estar muito mais tempo em evidencia na sua realidade.

Leitura recomendadaFicar rico depende de mudança de comportamento?

Saia desse padrão, desfoque desta realidade

Não é sobre ser otimista ou pessimista. É sobre o foco que você dá para os diferentes lados da realidade. Os dois lados existem! Experimente mudar o foco da sua realidade por apenas um dia e verá literalmente mundos completamente opostos.

Meu padrão de mundo e realidade é moldado por histórias de empreendedores de sucesso, de pessoas que ousam fazer a diferença, de milhares de projetos e ações positivas sendo feitas ao redor do mundo, dos avanços que estamos dando em todos os sentidos. Da abundância e não da escassez. Isso é o meu padrão, isso é minha realidade, esse é o meu mundo. Não sou otimista, sou realista, dentro da minha realidade, que tenho a liberdade de moldar.

Essa realidade (que existe e não é fantasia) apenas não é padrão da maioria das pessoas. É ela que alimenta você e te convida para participar dela também. Ela que te impulsiona, te motiva, te incentiva e te dá muita perspectiva de construir coisas fantásticas e de ser parte de tanta coisa boa.

A outra realidade (que também existe e não é fantasia) é padrão da maioria das pessoas. É ela que alimenta o seu medo, sua preocupação, que te faz não querer sair de casa, não arriscar, não tentar, e te faz reclamar e passar uma vida dentro de um padrão de vítima das circunstâncias.

Escolha a sua realidade e viva nela. A responsabilidade é sua.
Se preferir, me chame de louco; ou de otimista.

Leitura recomendadaPessoas ricas não têm menos problemas que você (a diferença está na atitude)

Foto “smiling and crying”, Shutterstock

João Cristofolini
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários