Home Empresas República Tcheca inicia negociação com Embraer para compra de 2 cargueiros C-390

República Tcheca inicia negociação com Embraer para compra de 2 cargueiros C-390

O ministério não deu detalhes sobre a quantidade de aeronaves que pretende comprar e afirmou que tem interesse pelo menor prazo de entrega possível

por Reuters
0 comentário

O Ministério da Defesa da República Tcheca disse nesta terça-feira que iniciou negociações com a Embraer (EMBR3) sobre a possível aquisição de duas unidades do cargueiro de transporte militar C-390 Millennium.

O ministério não deu detalhes sobre a quantidade de aeronaves que pretende comprar e afirmou que tem interesse pelo menor prazo de entrega possível.

A Embraer afirmou em comunicado que “as negociações iniciais já começaram” e preveem a assinatura de um contrato de aquisição de duas aeronaves e suporte associado. O contrato inclui também uma solução completa de treinamento para pilotos e técnicos, fornecimento de peças de reposição e um plano “robusto” de entrada em operação com a presença local da equipe da Embraer no país no início do processo.

A companhia comentou que a empresa tcheca Aero Vodochody já é fornecedora do programa do cargueiro, que é capaz de transportar 26 toneladas de carga. A companhia tcheca produz partes da fuselagem traseira, portas para paraquedistas e tripulação, porta de emergência e escotilhas, rampa de carga e bordo de ataque fixo.

Segundo a Embraer, após o anúncio, a República Tcheca se torna a sexta nação e o quarto país da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na Europa a escolher o C-390, seguido do Brasil, Portugal, Hungria, Holanda e Áustria.

O cargueiro entrou em operação no Brasil em 2019. A frota atual, segundo a Embraer, é de seis aeronaves.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.