Home Empresas Resultado da Netflix terá crescimento do número de assinantes em foco

Resultado da Netflix terá crescimento do número de assinantes em foco

A Netflix deve adicionar 5 milhões de assinantes no primeiro trimestre encerrado em março

por Reuters
0 comentário

O plano da Netflix (NFLXNFLX34) para manter o crescimento do número de assinantes após dois trimestres de sucesso estará em foco quando a empresa divulgar seus lucros na quinta-feira, com alguns analistas alertando que os ganhos ao se coibir o compartilhamento de senhas devem diminuir.

O pioneiro do streaming teve seu maior crescimento desde a pandemia no segundo semestre de 2023, com cerca de 22 milhões de pessoas se inscrevendo no serviço depois que a empresa restringiu o compartilhamento de senhas em todo o mundo.

Mas o efeito de se coibir o compartilhamento de senhas deve diminuir este ano, com o mercado voltando os holofotes para seus outros esforços, incluindo uma camada suportada por anúncios e um foco crescente em esportes. 

Aqui estão cinco aspectos a serem observados nos resultados da Netflix:

Assinaturas no Trimestre

A Netflix deve adicionar 5 milhões de assinantes no primeiro trimestre encerrado em março, de acordo com dados da LSEG.

Embora esse número seja quase três vezes maior do que o 1,8 milhão de acréscimo registrado no mesmo período do ano passado, ele representaria uma desaceleração em relação ao crescimento vertiginoso registrado nos dois últimos trimestres de 2023.

A empresa deve adicionar 3,7 milhões de assinantes no segundo trimestre encerrado em junho.

Compartilhamento de Senhas

O sucesso da restrição ao compartilhamento de senhas da Netflix, implementada globalmente em maio do ano passado, motivou medidas semelhantes de rivais de streaming, como Walt Disney, e ajudou o preço de suas ações a subir cerca de um terço em 2024.

Mas alguns analistas afirmam que a medida atingiu um ponto de saturação nos Estados Unidos, embora possa ter algum espaço para ser executada em mercados internacionais, incluindo a Índia.

(Imagem: Reprodução/REUTERS/Dado Ruvic/Arquivo)
(Imagem: Reprodução/REUTERS/Dado Ruvic/Arquivo)

“Haverá algumas preocupações com a saturação nos principais mercados centrais, dado o crescimento inicial da coibição ao compartilhamento de senhas”, disse Paolo Pescatore, analista da PP Foresight.

Suporte de Anúncios

A Netflix ultrapassou a marca de 23 milhões de assinantes mensais de sua camada suportada por anúncios, e o plano é responsável por 30% de todas as novas assinaturas nos 12 países em que está disponível, disse o presidente de publicidade da empresa em janeiro.

Os analistas preveem que a adoção do plano com suporte de anúncios, que custa 6,99 dólares por mês nos EUA, cresça este ano, depois que a Netflix recentemente aumentou os preços de seus planos sem comerciais.

Gastos com Conteúdo

A Netflix disse durante uma ligação de investidores no último trimestre que espera investir até 17 bilhões de dólares este ano em conteúdo de uma “maneira inteligente, criteriosa e responsável”.

Analistas disseram que os gastos fixos da empresa com conteúdo a ajudaram a atrair assinantes em um momento em que os rivais estão reduzindo os investimentos, numa tentativa de tornar seus serviços de streaming lucrativos.

Aposta no Entretenimento Esportivo

Os investidores ficarão atentos aos planos da empresa em relação ao conteúdo esportivo, depois que ela assinou um acordo com a World Wrestling Entertainment no início deste ano, para transmitir seu principal programa semanal, “Raw”, a partir de 2025.

Comissão
A Lei Geral do Esporte tinha como objetivo substituir todas as leis que tratam do tema (Imagem: Pixabay/Elf-Moondance)

A medida aprofundou a aposta da Netflix no que a empresa chama de entretenimento esportivo, já que busca aproveitar a aderência desse tipo de conteúdo sem pagar os preços bilionários que acompanham os direitos esportivos tradicionais de ligas como a NBA.

Dinheirama

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.