Home Economia e Política Rússia abate dois drones ucranianos perto de Moscou, diz Ministério da Defesa

Rússia abate dois drones ucranianos perto de Moscou, diz Ministério da Defesa

Nos últimos dias, barcos ucranianos pilotados remotamente, também conhecidos como drones, atacaram um navio-tanque russo e uma base naval no porto russo de Novorossiysk, no Mar Negro

por Reuters
0 comentário

A Rússia afirmou ter derrubado dois drones ucranianos perto de Moscou nesta quarta-feira, um perto de um grande aeroporto ao sul da cidade e outro a oeste da capital.

“Uma tentativa do regime de Kiev de realizar um ataque terrorista com veículos aéreos não tripulados foi impedida sobre o território da região de Moscou”, disse o Ministério da Defesa.

“Dois VANTs foram destruídos por defesas aéreas.”

Um foi abatido perto de Domodedovo, onde está localizado um dos maiores aeroportos internacionais da Rússia, e outro perto da rodovia Minsk, disse o prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin.

Os ataques aéreos com drones na Rússia aumentaram desde que um drone foi destruído sobre o Kremlin no início de maio. Áreas civis da capital foram atingidas no final de maio e um distrito comercial de Moscou foi alvejado duas vezes em três dias no início deste mês.

Nos últimos dias, barcos ucranianos pilotados remotamente, também conhecidos como drones, atacaram um navio-tanque russo e uma base naval no porto russo de Novorossiysk, no Mar Negro.

A Ucrânia normalmente não comenta quem está por trás dos ataques em território russo, embora as autoridades tenham expressado publicamente satisfação com eles. O New York Times informou em maio que as agências de inteligência dos Estados Unidos acreditavam que inteligência militar ou espiões da Ucrânia estavam por trás do ataque de drones ao Kremlin.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.