Com a continuidade da crise econômica no Brasil, milhões de brasileiros começaram a sentir na pele as dificuldades de viver com inflação em alta, falta de oportunidades de trabalho e o mais preocupante: a falta de perspectiva de melhora no curto prazo.

A verdade é que no Brasil e em qualquer lugar do mundo, crises econômicas sempre existirão. O fundamental é sempre estar preparado para superar momentos delicados, como o de agora, e ao mesmo tempo aproveitar as oportunidades que surgem ao longo da crise.

Como exemplos, pode ser o momento de adquirir algum bem com uma negociação vantajosa ou, quem sabe, renegociar ou quitar uma dívida, fazendo valer o interesse ainda maior do credor em receber.

Infelizmente, pouca gente pensa dessa forma. Quando o assunto são as dívidas, a maioria das pessoas prefere a negligência. Vão “empurrando com a barriga” até a dívida se tornar um grande problema, pois os juros são altos, e a dívida chega rapidamente em valores exorbitantes.

De acordo com uma recente pesquisa divulgada pelo Instituto Procon, de cada 10 pessoas com dívidas, 6 não sabem o valor total de quanto estão devendo. A mesma pesquisa apontou outro dado preocupante: 30% das pessoas que fazem uma negociação para quitar dívidas em atraso, não cumprem o acordo.

Aqui no Dinheirama, conversamos diariamente com pessoas que também atravessam momentos difíceis, e mostrarmos que, por pior que seja o cenário, a crise econômica irá acabar, mais cedo ou mais tarde. No entanto, hoje mesmo já é possível trabalhar com iniciativas positivas através da educação financeira.

Leitura recomendada: Dívidas? Problemas financeiros? As melhores saídas são as mais simples 

3 vídeos que irão ajudar a superar as dívidas e atravessar a crise

Como muitas pessoas também gostam de assistir, separei 3 vídeos que poderão ajudar no processo de eliminação das dívidas, além de ensinar algumas atitudes para lidar melhor com momentos de crise, através da educação financeira.

Vídeo 1: Como acabar com as Dívidas em 5 Passos

Esse vídeo é fantástico! Conrado Navarro mostra que seguindo alguns passos você tem chances reais de acabar com as dívidas. O primeiro passo é descobrir o tamanho da dívida, e a partir dessa organização, ficará mais fácil tomar decisões:

Clique aqui para assistir

Vídeo 2: 5 Erros que Acabam com o Seu Dinheiro Antes do Fim do Mês (e como evitá-los)

É comum ouvirmos amigos e pessoas próximas que reclamam que sempre sobra mês e falta dinheiro. Conrado Navarro aponta os 5 erros que normalmente cometemos e que terminam por corroer nossas finanças:

Clique aqui para assistir

Vídeo 3: 5 Dicas para manter as Finanças Pessoais em Dia

Conrado Navarro comenta cinco aspectos fundamentais para ultrapassar a crise e prosperar, mesmo em momentos críticos. Entenda a importância da reserva de emergência, controle financeiro e uso consciente do crédito:

Clique aqui para assistir

Conclusão

Se você chegou até aqui nesta leitura, é um exemplo vivo de que cada vez mais pessoas se interessam na educação financeira como um estilo de vida.

Hoje há muitos conteúdos gratuitos e de qualidade à disposição das pessoas. Mudar a forma como lidamos com o dinheiro, é mais uma decisão pessoal do que falta de informação.

Assuma o controle da sua vida financeira e faça da disciplina sua principal ferramenta de transformação! Até a próxima!

Leitura recomendada: Dívidas, crédito consignado e os caminhos para se livrar do problema 

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários