Home Comprar ou Vender Sanepar pode decolar 40% com apenas um evento; entenda

Sanepar pode decolar 40% com apenas um evento; entenda

Recomendação para a Sanepar é voltada para investidores que negociam com base em eventos, devido à incerteza sobre a realização do evento

por Gustavo Kahil
0 comentário

A possibilidade de um pagamento de precatórios no valor de R$ 3,9 bilhões pode trazer um potencial de valorização de 43% para as ações da Sanepar (SAPR11), conforme aponta um relatório da Genial Investimentos produzido pelos analistas Vitor Sousa e Israel Rodrigues.

No entanto, vale ressaltar que essa recomendação é voltada para investidores que negociam com base em eventos, devido à incerteza sobre a realização desse pagamento.

Os analistas continuam com a recomendação de “manter” para as ações da Sanepar, destacando que, aos preços atuais, a empresa está negociando com um potencial de valorização limitado em relação ao preço-alvo de R$ 27 por ação, baseado no fluxo de caixa descontado.

“Vemos a empresa negociando a uma TIR implícita de 10,5% em termos reais, um prêmio interessante em relação às NTN-Bs, mas seguimos achando ser um case com maior risco associado”, comenta Israel Rodrigues.

ETA Iguaçu, da Sanepar
ETA Iguaçu, da Sanepar (Imagem: Divulgação/ Sanepar)

O imbróglio dos precatórios

A possibilidade de pagamento dos precatórios surge de um processo judicial que tramita na 21ª Vara Federal do Tribunal Regional da 1ª Região.

Em novembro de 2022, a Sanepar contratou um escritório de advocacia especializado para tratar do recebimento desses precatórios, que têm natureza tributária e totalizam R$ 4,8 bilhões. Em março de 2023, a empresa anunciou que o valor incontroverso reconhecido pela União é de R$ 3,6 bilhões.

Em maio de 2024, a Sanepar divulgou que o Tribunal Regional Federal da 1ª Região enviou a relação de precatórios ao Conselho de Justiça Federal para inclusão no Orçamento Geral da União de 2025. Esse montante atualizado é de R$ 3,9 bilhões.

“A ‘cereja do bolo’ diz respeito ao requerimento já ter sido enviado pelo TRF para inclusão no orçamento”, explica Rodrigues.

A votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2025, prevista para 17 de julho de 2024, será crucial para saber se o pagamento será inserido no orçamento de 2025 ou se poderá ser postergado para 2026.

“Sendo assim, julgamos que a data de 17 de julho de 2024 como muito importante para a tese da empresa”, destaca Rodrigues.

Estratégias da Sanepar

Apesar da potencial valorização, o mercado tem se mostrado cético quanto à inserção dos precatórios no orçamento de 2025, possivelmente devido à situação fiscal do Brasil. Essa incerteza faz com que a ação da Sanepar tenha se movido muito pouco, refletindo a desconfiança dos investidores quanto ao pagamento desses valores.

A Sanepar pode adotar algumas estratégias, como negociar com o governo federal para receber os valores via créditos tributários ou vender os precatórios.

“Imaginamos que qualquer negociação com o tesouro federal vá levar bastante tempo”, pondera Rodrigues.

Além disso, o mercado de venda de precatórios não é regulado, dificultando a determinação de um desconto justo para esses direitos.

Os investimentos esperados pela Sanepar entre 2023 e 2028 totalizam R$ 11,2 bilhões, com R$ 2,4 bilhões previstos para 2024. Isso sugere haver pouco espaço para o pagamento de dividendos extraordinários devido a um fluxo de caixa mais apertado.

“Desde que a empresa coloque de pé todo o investimento esperado, achamos que existe pouco espaço para pagamento de dividendos extraordinários”, conclui Rodrigues.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.