Home Empresas Seguro auto: o que é e como funciona

Seguro auto: o que é e como funciona

Ter um seguro auto, além de trazer tranquilidade para quem possuiu um carro, ajuda a reduzir prejuízos financeiros ligados a danos ou à perda do veículo

por Blog do Serasa
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Freepik/@aleksandarlittlewolf)

O seguro auto é uma importante ferramenta de segurança para quem possui um carro. Ele serve em momentos de imprevisto, garantindo benefícios relativos não só ao veículo, mas também ao motorista.

Neste artigo, entenda como funciona, quando contratar, os cuidados na hora de escolher uma seguradora e muito mais.

O que é seguro auto

No Brasil existem dois tipos principais de seguro auto: o seguro obrigatório, conhecido como DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres), e o seguro facultativo, contratado de forma particular pelos proprietários de carro que tiverem interesse em adquirir esse tipo de serviço.

O seguro facultativo de carro, conhecido também como seguro automotivo ou seguro auto particular, é um contrato assinado entre uma empresa seguradora e uma pessoa dona de um carro.

Nesse contrato, a seguradora se compromete a cobrir as necessidades do proprietário de um veículo diante dos prejuízos que possam acontecer com o bem – batidas, arranhões, roubos, falha mecânica, danos a terceiros ou qualquer outro problema que afete o funcionamento do carro. 

A cobertura desses prejuízos é detalhada nas cláusulas do contrato ou na apólice do seguro. O seguro auto particular pode ser destinado a pessoas físicas ou jurídicas dependendo da finalidade do automóvel coberto pelo serviço. 

Para ter acesso aos benefícios do seguro auto, é preciso pagar pelo serviço mensalmente ou anualmente (dependendo da seguradora).

O valor do seguro depende de fatores como marca e ano do carro, idade do motorista, uso do carro, segurança na região de circulação com o veículo, políticas da seguradora, entre outros.

Carros
(Imagem: freepik/@ standret)

Além das parcelas, sempre que algum serviço for solicitado (um sinistro) é preciso pagar um valor de franquia (participação financeira obrigatória cujo valor é estipulado em contrato).

Qual é a importância de contratar um seguro auto?

Ter um seguro auto, além de trazer tranquilidade para quem possuiu um carro, ajuda a reduzir prejuízos financeiros ligados a danos ou à perda do veículo. Além destas, ainda há outras vantagens:

Preservar o patrimônio: o seguro minimiza perdas financeiras ao reembolsar as pessoas proprietárias de carros em momentos de imprevistos.

Colaborar com a responsabilidade civil: quem tem seguro auto, quando se envolve em um acidente, pode arcar com os danos causados a terceiros.

Oferecer serviços úteis: além de acionar o seguro em situações emergenciais como roubo ou batidas, o segurado pode também contratar o seguro para serviços de guincho, chaveiro, troca de pneus etc.

Fornecer mais tranquilidade e comodidade: saber que pode contar com uma assistência especializada a qualquer momento do dia sem se preocupar com gastos extras, burocracias e prejuízos é reconfortante para os motoristas.

Principais cuidados na hora de escolher um seguro auto

Ter um seguro auto é muito importante, mas é preciso saber bem qual seguro contratar para não correr o risco de adquirir um serviço com uma cobertura muito limitada ou que custe muito, impactando de forma negativa o planejamento financeiro mensal.

Por isso, confira agora alguns fatores importantes a considerar na hora de tomar essa decisão:

Pesquise a reputação da seguradora e conheça os tipos de coberturas disponibilizadas

É fundamental saber se a seguradora tem boa reputação no mercado e se é cadastrada na Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Além disso, é preciso saber se oferece grande variedade de profissionais na região na qual o carro roda (em caso de precisar solicitar uma assistência, será rápida a chegada do prestador de serviço?).

Escolha as coberturas que tenham a ver com seu uso

O seguro auto é personalizável. Isso quer dizer que o consumidor pode escolher as coberturas que mais fazem sentido diante de suas necessidades.

(Imagem: Reprodução/Freepik/@frimufilms)

Por exemplo: seguro contra roubo, furto, incêndio, danos causados a terceiros, seguro completo, seguro garantia mecânica, seguro contra acidentes naturais (enchentes), assistência 24 horas etc.

Leia atentamente o contrato

É preciso ler os contratos com muita atenção antes de assiná-los para saber exatamente tudo sobre o seguro auto a ser contratado.

É recomendável até mesmo não assinar o documento na hora, mas sim levá-lo para casa e ler com mais calma, verificando o que ele cobre.

Verifique se seus dados, perfil de motorista e de uso do carro estão corretos

Observe se os dados do perfil de motorista e de uso do carro estão corretos na apólice de seguro proposta.

Também verifique se o modelo do carro está certo. Todas essas informações impactam, por exemplo, o preço final do seguro.

Certifique-se do funcionamento da franquia

Algumas vezes, em caso de dano parcial em que o seguro é acionado, é preciso pagar um valor de franquia para que o serviço seja feito.

(Imagem: Pixabay/delphinmedi)
(Imagem: Pixabay/delphinmedi)

Esse valor é determinado em contrato.

Funciona assim: se o valor da franquia for de R$1.000,00 e os reparos do carro deram R$3.000,00, o consumidor pagará apenas os R$1.000,00 da franquia e a seguradora pagará os R$2.000,00 que faltam para quitar o serviço.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.