Home Finanças Pessoais Seguro de viagem: o que é e qual sua importância

Seguro de viagem: o que é e qual sua importância

Neste artigo, entenda exatamente o que é e como funciona o seguro de viagem

por Blog do Serasa
3 min leitura

Para destinos nacionais ou internacionais, contratar um seguro de viagem costuma ser uma medida importante para garantir um passeio tranquilo, sem grandes surpresas ou imprevistos para o bolso.

Neste artigo, entenda exatamente o que é e como funciona o seguro de viagem. Saiba também qual é sua importância, como escolher o ideal, o tipo de cobertura que costuma oferecer e dicas para utilizá-lo em emergências.

O que é o seguro de viagem?

Seguro de viagem é também conhecido como seguro para viagem, seguro de assistência em viagem ou apenas seguro viagem.

É um tipo de seguro que oferece diversas coberturas para imprevistos que podem acontecer durante uma viagem, independentemente do objetivo (passeio, trabalho, estudos, competições).

O seguro de viagem para destinos nacionais costuma ser opcional, por mais que sua contratação seja altamente recomendável. Para destinos internacionais, geralmente a contratação é obrigatória.

A importância do seguro de viagem

O seguro de viagem, para destinos nacionais ou internacionais, é importante por vários motivos. Os principais são:

● Tranquilidade ao viajante, por saber que está protegido contra imprevistos durante a viagem.
● Cobertura de despesas inesperadas, como atendimento médico-hospitalar de emergência, repatriação e outros custos que podem ser elevados.
● Suporte integral, 24 horas, para auxiliar o segurado em caso de qualquer imprevisto.
● Reembolso em passagens e reserva de hospedagem, em caso de cancelamento inesperado.
● Compensação financeira em caso de itens perdidos ou danificados em extravio de bagagens.
Tipos de cobertura disponíveis no seguro de viagem
Os tipos de cobertura disponíveis dependem de diversos fatores e também do objetivo da viagem e perfil do viajante.

Além das coberturas básicas, que contam com assistência médica e até mesmo odontológica, proteção em caso de roubo, perda de bagagem e cancelamento de viagem, é possível contratar também coberturas adicionais, dependendo do objetivo da viagem.

Por exemplo, atletas ou esportistas radicais podem precisar adquirir uma cobertura extra específica para esse tipo de atividade, que normalmente não é coberta pelas apólices básicas.

É por isso que, ao contratar um seguro de viagem, é preciso ter em mente qual a real necessidade e, assim, encontrar a apólice mais apropriada e não ter nenhuma surpresa negativa no meio da viagem.

As principais coberturas do seguro viagem geralmente incluem:

● Despesas médicas e hospitalares: para gastos com consultas médicas, exames, internações, cirurgias, remédios e outros procedimentos médicos em caso de doença ou acidente durante a viagem.
● Repatriação: para garantir o transporte do segurado de volta ao seu país de origem em caso de doença grave, acidente ou falecimento.
● Assistência odontológica: para despesas com consultas odontológicas de urgência e emergência, como tratamentos de canal, extrações e curativos.
● Seguro bagagem: para cobrir o reembolso ou reparo de bagagens perdidas, extraviadas, danificadas ou roubadas durante a viagem.
● Atraso ou cancelamento de voo: para arcar com despesas com hospedagem, alimentação e transporte em caso de atraso ou cancelamento de voo.
● Traslado médico: para o transporte do segurado para um hospital ou clínica médica em caso de necessidade.
● Outros: além das coberturas básicas, alguns planos de seguro viagem também podem oferecer outras coberturas, como seguro para acidentes pessoais, seguro para esportes radicais, seguro para cancelamento de viagem por motivos diversos e outros.

Seguro de viagem é o mesmo que seguro saúde?

Não, o seguro viagem é um serviço diferente de seguro saúde.

Enquanto o seguro de viagem tem foco em imprevistos durante viagens nacionais ou internacionais, oferecendo proteção também contra despesas médicas, o seguro saúde tem foco em cobertura médica no exterior (por isso é ideal para quem reside ou passa longos períodos fora do Brasil).

Além disso, o seguro de viagem tem cobertura temporária, válida apenas durante o período da viagem. O seguro saúde tem cobertura mais ampla, válida durante todo o ano, enquanto o segurado estiver no exterior, cobrindo consultas, exames, internações.

Por isso, o preço do seguro de viagem é menor que o preço do seguro saúde internacional.

Quando vale a pena contratar um seguro de viagem?
É recomendável contratar um seguro de viagem sempre que organizar uma viagem para dentro ou para fora do país.

Assim que definir a data da viagem e comprar as passagens já é possível adquirir o seguro, para ter certeza de que contará com a cobertura desde o início da viagem.

Em alguns casos o seguro viagem pode nem ser opcional, e sim obrigatório, podendo ser utilizado como critério para ter a entrada autorizada ou não no país de destino.

Como escolher o melhor plano de seguro de viagem

Para fazer uma contratação eficaz de um seguro de viagem é importante:

● Definir as necessidades pessoais, considerando os principais riscos e as coberturas mais apropriadas para o seu caso.
● Comparar os preços oferecidos por diferentes seguradoras, lembrando de levar em conta se a cobertura oferecida é semelhante ou não.
● Ler com atenção as condições gerais do seguro para saber quais são as coberturas oferecidas, os limites de cada cobertura e as exclusões do seguro.
● Não mentir ou omitir informações sobre doenças pré-existentes, por exemplo, para não ter problemas caso precise utilizar os serviços médicos.
● Verificar se a cobertura é válida no destino da viagem.
● Contratar o seguro com antecedência, para aproveitar da cobertura desde o início (embarque, por exemplo).
● Pesquisar sobre a procedência da seguradora e a opinião de outros viajantes em relação ao seguro oferecido.
● Verificar se o cartão de crédito que possui ou o banco no qual tem conta oferece seguro de viagem.
● Aproveitar a organização do passeio e cadastrar um aviso viagem no cartão de crédito.

Onde contratar um seguro de viagem?

A contratação pode ser feita de forma 100% online, em corretoras de seguros, agências de viagens ou bancos.

Além disso, alguns cartões de crédito também oferecem o seguro de viagem como benefício atrelado ao cartão (para algumas categorias, geralmente Black).

É preciso verificar se seu cartão conta com essa facilidade, entender o funcionamento, descobrir como ativar e avaliar se vale a pena ou se é melhor contratar um seguro de viagem separado, com uma seguradora especializada.

Dicas para utilizar o seguro de viagem em emergências

Seguro de viagem, como qualquer seguro, é algo que todo mundo quer ter, mas ninguém quer utilizar. Mas, em caso de emergências, ter essa segurança é fundamental.

Para saber como acionar, é preciso ter conhecimento do produto que contratou, entender quais coberturas fazem parte do contrato, saber o telefone para contato, entre outras informações importantes.

Assim, caso tenha algum problema durante a viagem, basta entrar em contato com a seguradora e solicitar auxílio.

Vale a pena deixar o telefone de contato da seguradora salvo no celular e colado no passaporte. Além de compartilhar as informações com alguém da família que não esteja na viagem.

Para acionar o seguro de viagem, caso o próprio viajante não consiga fazer isso, o familiar precisará ter em mãos o número da apólice do seguro, os dados pessoais do segurado, informações sobre o sinistro (fato ocorrido, data, local, etc), documentos que comprovem o sinistro (boletim de ocorrência, prontuário médico, recibos de despesas, fotos, etc).

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.