Seleção da Copa das Confederações vale R$ 1,16 bilhãoO futebol é um negócio que movimenta uma expressiva quantia de dinheiro. Na última segunda-feira (13), publicamos o faturamento de clubes brasileiros de futebol. Os valores de luvas do novo contrato de transmissão com a TV Globo impulsionaram um crescimento no faturamento total em 38%, registrando um valor de R$ 3,08 bilhões.

O valor assusta? Então se prepare: a Seleção Brasileira, formada por 23 jogadores e convocada na última terça-feira (14) por Luiz Felipe Scolari, tem valor de mercado de R$ 1,162 bilhão. De acordo com a Pluri Consultoria, o total dos jogadores convocados por Felipão somam 447,1 milhões de euros.

O talento de Neymar somado com sua exposição na mídia parece trazer bons retornos financeiros. O atacante do Santos é o jogador mais valioso entre os 23, com valor de mercado de 55 milhões de euros (R$ 143 milhões). Logo atrás está Hulk, jogador do Zenit. O atacante está avaliado em 42,1 milhões de euros (R$ 109,1 milhões).

Os goleiros convocados compõem o setor mais desvalorizado. Julio Cesar (QPR), Jefferson (Botafogo) e Diego Cavalieri (Fluminense) somam juntos um pouco mais de R$ 30 milhões, sendo que os dois primeiros têm o mesmo valor (R$ 10,9 milhões) e o último um pouco mais (R$ 11,4 milhões).

Completando a área defensiva da Seleção Brasileira estão grandes craques do futebol mundial. O capitão Thiago Silva é o mais valorizado, com R$ 99,8 milhões, seguido por Marcelo, do Real Madrid (R$ 75,1 milhões), Daniel Alves, do Barcelona (R$ 64,7 milhões), David Luiz, do Chelsea (R$ 60,8 milhões), Dante, do Bayern de Munique (R$ 29,9 milhões), Filipe Luis, do Atlético de Madrid (R$ 29,4 milhões), Jean, do Fluminense (R$ 16,4 milhões) e Réver, do Atlético-MG (R$ 14,6 milhões).

Descontando os goleiros, a defesa brasileira soma R$ 390,7 milhões. No caso dos meio campistas, o total de valor de mercado é R$ 406,9 milhões.

Estão na lista: Lucas, do PSG (R$ 96,7 milhões), Oscar, do Chelsea (R$ 84,8 milhões), Hernanes, da Lazio (R$ 58,2 milhões), Luiz Gustavo, do Bayern de Munique (R$ 45,5 milhões), Paulinho, do Corinthians (R$ 41,1 milhões), Bernard, do Atlético-MG (R$ 38,8 milhões), Fernando, do Grêmio (R$ 23,1 milhões) e Jadson, do São Paulo (R$ 18,7 milhões).

Por fim, só os quatro atacantes da lista de Felipão somam um valor de mercado de R$ 332,3 milhões. Eles são: Neymar, do Santos (R$ 143 milhões), Hulk, do Zenit (R$ 109,5 milhões), Leandro Damião, do Internacional (R$ 61,1 milhões) e Fred, do Fluminense (R$ 18,7 milhões).

Os “estrangeiros” equivalem a 66% do total, ante 34% dos nacionais.

Fonte: Terra. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários