Home Mercados Selic: Mercado já vê 51% de chances de corte de 0,25 em maio

Selic: Mercado já vê 51% de chances de corte de 0,25 em maio

Para o encontro de junho, a precificação aponta para corte de 5 pontos-base, o que, na prática, indica chances maiores de não cortar a Selic

por Reuters
0 comentário

Com a forte alta das taxas dos DIs (Depósitos Interfinanceiros) nesta terça-feira, a curva de juros brasileira já precifica 51% de chances de o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central cortar a taxa básica Selic em apenas 0,25 ponto percentual em maio, e não em 0,50 ponto percentual como vinha sendo precificado.

A probabilidade de o corte ser de meio ponto está agora em 49% — até segunda-feira este percentual sempre se manteve acima dos 50%, em sintonia com as sinalizações mais recentes do BC, de que a Selic seria reduzida em mais 0,50 ponto percentual no próximo mês.

O cenário vem mudando nos últimos dias após a divulgação de uma bateria de dados positivos sobre a economia dos EUA, que elevaram a percepção de que o Federal Reserve não terá espaço para cortar juros no curto prazo.

Com isso, a curva de juros norte-americana vem abrindo de forma consistente: o rendimento do Treasury de dez anos — referência global de investimentos — estava na faixa dos 4,66% nesta tarde, o que colocava pressão sobre a curva brasileira.

Pausa da Selic em junho

Para o encontro de junho do Copom, a precificação aponta para corte de 5 pontos-base, o que, na prática, indica chances maiores de o BC não realizar nenhum corte na reunião.

Perto das 14h a taxa do DI para janeiro de 2025 estava em 10,275%, ante 10,144% do ajuste anterior, enquanto a taxa do DI para janeiro de 2026 estava em 10,625%, ante 10,406% do ajuste anterior.

Já a taxa para janeiro de 2027 estava em 10,99%, ante 10,764%, enquanto a taxa para janeiro de 2028 estava em 11,31%, ante 11,092%.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.