Sem Steve Jobs lucro da Apple cai pela primeira vez em 10 anosÉ certo afirmar que a Apple mesmo com a morte de Steve Jobs em outubro de 2011 conseguiu manter uma legião de fãs que defendem avidamente os produtos da empresa, entretanto a companhia com sede na Califórnia viu seu lucro cair pela 1º vez em 10 anos.

O lucro da Apple foi de US$ 9,5 bilhões no segundo trimestre de seu ano fiscal, finalizado em 30 de Março, um ano antes o resultado havia sido de US$ 11,6 bilhões, o resultado foi 18% inferior.

A realidade sem Steve Jobs

Fora o resultado negativo existe no mercado uma grande incógnita quando a capacidade de inovar da Apple sem a genialidade de Steve Jobs. Os projetos que parecem estar em andamento são considerados por muitos como “mais do mesmo” e não existe a expectativa de nenhuma novidade para os próximos meses.

As ações da empresa que chegaram a US$ 700 e fizeram a fortuna de muitos hoje são vistas com cautela no mercado e já desvalorizaram mais de um terço do valor chegando durante essa  semana a US$ 428,70.

Por que esse assunto é importante?

O setor de tecnologia é um dos mais importantes, pois movimenta anualmente milhões de dólares. A Apple se tornou referência e seu fundador Steve Jobs alcançou status de Mito, quando retornou a empresa que ele mesmo fundou e a salvou da falência.

Vamos continuar acompanhando de perto os próximos passos da empresa e descobrir se ela vai conseguir se recuperar.

Até a próxima.

Foto de freedigitalphotos.net.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários