Home Finanças Pessoais Sorte, dinheiro e sucesso! Você merece?

Sorte, dinheiro e sucesso! Você merece?

por Conrado Navarro
0 comentário

Dinheiro, sorte e sucesso!Você é uma pessoa de sorte? A resposta deve estar na ponta da língua, certo? Aguarde até o fim da leitura pra entender meu ponto de vista sobre a sorte e então responda novamente a pergunta. A minha resposta, se interessa saber, é bem semelhante à de muitos de meus espelhos profissionais: quanto mais me preparo, mais sorte eu tenho. Só assim consegui perceber que o segredo não está só no número de oportunidades que a sorte traz, mas na nossa capacidade de percebê-las.

A sorte pode estar batendo à sua porta agora mesmo e você insiste em não escutar a campainha tocando. É um novo investimento[bb] interessante apresentado por um amigo, uma nova chance de melhorar sua qualificação profissional. Você não liga, deixa para lá. Acontece. Mas será que as oportunidades realmente surgem do nada? Isso é ter sorte? Bem, na loteria pode até ser, mas no dia-a-dia, na vida, felizmente não é assim.

Sorte e sabedoria popular
Tomemos os sortudos como objeto de um pequeno exemplo. Estas pessoas preocupam-se mais com os pontos positivos da sorte. Ou seja, preocupam-se com os amuletos, mantras e superstições que atraem a sorte. Os que se julgam azarados preocupam-se mais em escapar dos objetos e superstições que repelem a sorte (quebrar espelho, por exemplo). Simplificando, os “azarados” preocupam-se mais com o azar do que com a sorte. Será que, por consequência, não atraem mais o azar do que a sorte?

Não que eu acredite e viva apenas alimentando a tão famosa Lei da Atração[bb], motivo de inúmeros livros nos dias de hoje. A verdade é que ser otimista e crer na possibilidade de criar meu destino me transforma em uma pessoa altamente sortuda. A atitude diante das peças da vida garante um fluxo constante de oportunidades. Lei da Atração ou não, o fato é: se não nos envolvermos com a nossa capacidade de criar oportunidades, nada vai acontecer.

Esse papo não tem muito a ver com dinheiro, não é?

Pois é, pra variar estou fugindo bastante do “economês”. A verdade é que cansei de escutar as pessoas me chamando de sortudo e resolvi estudar um pouco melhor a questão.

Percebi que muitos dos ricos são super “sortudos”, mas também sabem dar a volta por cima quando falta sorte, seja lá o que isso signifique para eles. Sempre aprendem e melhoram porque assumem que erraram. Então, sim, isso tem a ver com dinheiro. Qual a parcela de “sorte” que você costuma atribuir às suas finanças pessoais? Cuidado!

Se você anda se sentindo sem sorte, pare por alguns instantes e analise sua relação com ela. Você tem dado chance para que a sorte lhe presenteie diariamente? Traduzindo, você tem cultivado calorosamente suas amizades, lido/assistido o noticiário econômico do país, estudado alternativas de investimento e trabalhado seu relacionamento afetivo e profissional? Gilclér Regina fala sobre isso em um fantástico livro sobre a sorte!

Sorte é estar preparado!
Aprendi, ainda bem, que a sorte só aparece e se manifesta para quem está preparado. Até porque os despreocupados não notam a diferença entre sorte e azar, preferindo sempre aceitar uma situação negativa a ver nela uma chance de crescer. Sabe aquele sujeito tipo “se o dinheiro está rendendo aquele pouquinho ali, e dá um certo trabalho encontrar algo mais interessante, deixa pra lá”? Pois é, sorte, como o dinheiro, é para quem merece e corre atrás.

Não existe dinheiro fácil, amor perfeito ou felicidade enlatada. Não é preciso ser nenhum guru ou mestre da auto-ajuda para concluir isso. Winston Churchill, um lider que admiro bastante, proferiu uma frase muito interessante: “O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo”. Investiu e se deu mal? Azar? Nah, levante-se, aprenda com os erros cometidos e parta para o próximo negócio[bb].

Depois de já ter escrito tanto, será que ainda há espaço para uma pequena lista de diferenciais que procuro aplicar em minha vida, fundamentais para atrair mais sorte?

  • Aprenda e reaprenda constantemente. Quem não está disposto a aprender e a rever seus conceitos não terá seu lugar neste atribulado terceiro milênio. E não há sorte que resolva isso;
  • Cultive suas amizades com dedicação. A sorte se traduz em oportunidades. Aqueles que têm as melhores oportunidades são os que têm os melhores relacionamentos. Enxergue alguém “sortudo” que conhece e veja se não é verdade;
  • Sua prioridade na vida deve ser dada à qualidade de vida, começando por seu equilíbrio emocional. Se você não se conhecer bem e não estiver tranqüilo, não vai ouvir a campainha da sorte tocar, não vai ficar rico, nem vai alcançar seus objetivos;
  • Trabalhe pela sorte e ela trabalhará por você. Isto significa que a primeira coisa a fazer é dar-se permissão para alcançar a sorte e o sucesso, já que seus maiores inimigos são justamente seus próprios bloqueios;
  • Ajude os outros. Essa é a melhor forma de crescer e aprender. Contribua para o crescimento das pessoas que estão ao seu redor. Um dia você entenderá porque fez isso e será recompensado. E, quando isso acontecer, alguns dirão que foi só a sorte e você vai perceber que, definitivamente, a sorte só aparece aos preparados;
  • O otimismo contagia as pessoas e atrai a sorte. Seja uma pessoa positiva. Não culpe os outros pela sua infelicidade ou falta de sorte. Saia deste cômodo perfil e comprometa-se com a sorte. Tenha sempre tempo para tudo que quiser, inclusive ganhar e gerenciar melhor seu dinheiro;
  • Apaixone-se pelo dinheiro. Aprenda a contar suas vantagens, seus feitos e não apenas os seus problemas. Não passe os dias se queixando, erga a cabeça e prepare-se sempre para um dia melhor, mais rico. Esperar que seus problemas financeiros se resolvam sozinhos é abusar da sorte. E quanto mais você precisar de sorte, menos vai merecê-la.

Escrevi demais, admito. Mesmo com todas estas palavras sobre a sorte, ainda não ganhei na Mega-Sena. Aliás, nem uma simples rifa eu ganhei até hoje. Ainda bem que sorte não é só isso. O que é a sorte, afinal? Não sei, apenas compartilhei os pontos que fazem meu dia-a-dia ser cada vez melhor e facilitam bastante o surgimento de boas oportunidades, financeiras inclusive. É suficiente para mim.

Mas, claro, o segredo para o seu sucesso é não basear-se apenas em modelos de felicidade, como aquele artista que fez sucesso da noite para o dia. Será que foi só a sorte? Acredito que os que não merecem o sucesso não se mantêm lá por muito tempo. Lembre-se de não projetar expectativas nos outros, afinal, se a vida é sua, a sorte também é. De volta à pergunta: você é ou não é uma pessoa de sorte?

Crédito da foto para Marcio Eugenio.

Dinheirama

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.