Home Meio Ambiente SP Ocean Week 2023 chama atenção para conhecimento dos mares

SP Ocean Week 2023 chama atenção para conhecimento dos mares

Segundo Nastari, a discussão sobre o futuro dos mares é importante para o país

por Agência Brasil
0 comentário
SP Ocean Week

Ao longo de cinco dias, a partir desta quarta-feira (30), o Memorial da América Latina, na capital paulista, recebe a quarta edição do SP Ocean Week 2023, evento anual em celebração à cultura oceânica, e que neste ano traz uma programação consistente e diversa de atividades multidisciplinares para ampliar o conhecimento sobre os mares e sua preservação. Com programação totalmente gratuita, serão painéis, exposições, espetáculos, mostra de cinema, workshops e encontros com ONGs, ambientalistas e personalidades decisivas para a conservação dos oceanos.

A abertura será no Auditório Simon Bolívar, às 19h30, e contará com um talk show com uma hora e meia de duração, reunindo os navegadores David Schurmann e Aleixo Belov, a surfista de ondas gigantes Maya Gabeira, e Nathalie Gil, presidente da Sea Shepherd Brasil. Com transmissão online, David e Maya dividirão suas experiências com o velejador de 80 anos Aleixo Belov, um ucraniano radicado na Bahia.

Além das rodas de conversa, haverá apresentações musicais com repertório em exaltação à Iemanjá, divindade do candomblé cultuada como Rainha do Mar, e o orixá mais popular do Brasil, de grande influência na literatura e na música do país, terão a participação da cantora Teresa Cristina. O espetáculo também contará com a apresentação do Coral da USP, das cantoras Grazzi Brasil e Adriana Moreira e de um grupo de candomblé.

Outra atividade do encontro será o Cais do Porto, com estandes de ONGs de conservação marinha e institutos de pesquisa; oficinas com atividades experimentais orientadas por especialistas de diversas áreas; o Palco Mar Aberto, espaço de apresentações artísticas, contação de histórias, palestras e oficinas; um espaço dedicado a sessões de autógrafos e bate-papo com autores de títulos consagrados com temas ligados ao mar; exposições de fotografia, conquiliologia (área da zoologia que estuda conchas e moluscos) e a exposição Barcos do Brasil, com maquetes de barcos artesanais do acervo do Museu Nacional do Mar de São Francisco do Sul. O espaço também sediará a Marina Shop, loja de souvenirs, com camisetas e canecas customizadas, livros, miniaturas e objetos náuticos em geral.

No estúdio da Sala dos Espelhos, haverá uma série de encontros, o Gente do Mar, que reunirá grandes personalidades do mergulho, da vela, do remo, da náutica e do surf. No mesmo local, haverá o painel Ideias Azuis, um ciclo de conversas com renomados especialistas, que apontarão caminhos para atingir as metas da Década do Oceano e do ODS 14, o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável – Vida na Água, que pretende entregar um oceano saudável, seguro, produtivo e sustentável para as futuras gerações.

“São cinco dias de atividades das mais variadas para celebrar, informar e engajar as pessoas na causa dos oceanos e para os visitantes entrarem em contato com muito do que está sendo feito no Brasil em defesa da biodiversidade marinha e defesa dos oceanos. Entre os temas dos painéis estão cultura oceânica, geração azul. Os painéis discutindo soluções e caminhos para o futuro sustentável do oceano e para a formação dessa cultura oceânica”, disse um dos organizadores do evento, Alfredo Nastari.

Segundo Nastari, a discussão sobre o futuro dos mares é importante para o país porque a questão dos oceanos é inadiável porque o mar está “cansado”, já que é o principal ecossistema do planeta, onde a humanidade decidirá seu futuro como espécie. “A questão de aquecimento global, mudanças climáticas, passa principalmente pelos oceanos. E nós estamos vivendo uma situação crítica e precisamos de iniciativas e pesquisas para tentar reverter essa situação crítica. A SP Ocean Week se insere nesse contexto. Ela é uma ação de divulgação sobre os oceanos, de conscientização e celebração”, explicou.

Década do Oceano

Os oceanos ocupam 70% do planeta Terra e são inestimáveis para o equilíbrio ambiental do planeta, porque distribuem temperaturas ao redor do globo, produzem mais de 50% do oxigênio que respiramos, provém proteína, por meio da pesca, para ao menos um bilhão de pessoas no mundo; são a grande via de comércio marítimo e uma fonte primordial de riquezas minerais, como o petróleo. Além disso, a biodiversidade dos oceanos também é fonte de princípios ativos para medicamentos, para a indústria de cosméticos e matérias-primas diversas.

Por isso, a Assembleia Geral da ONU nomeou a década de 2021-2030 como a Década das Nações Unidas da Ciência Oceânica Para o Desenvolvimento Sustentável, como um período para que o engajamento da humanidade na reversão desse cenário.

“O braço para se executar a Década do Oceano é a Unesco. No bojo dessas questões, colocou-se também como objetivo a difusão da cultura oceânica, chamada de ocean literacy (letramento oceânico), e a criação de uma geração azul. Tudo o que fazemos, direta e indiretamente, acaba no mar, e ele devolve isso de forma malcriada, com eventos extremos”, disse Nastari.

A SP Ocean Week 2023 vai até o dia 3 de setembro. Para conferir a programação completa, basta acessar o site do evento. Também é possível acompanhar o Instagram para atualizações.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.